logotipo

terça

12/12/2017

Publicidade

Exibir Comunicação
Missões
Publicada em Qui, 12/12/2013

Missões: Boas Novas para a Bahia

1277

Ao longo de sua caminhada,Kauê sempre alimentou o desejo de evangelizar o povo baiano.

A paixão por Missões vem desde 2007, quando o jovem pastor KeijiKauê Pedro teve contato com o “Evangelismo da Madrugada”, projeto realizado durante um ano todas as sextas-feiras. Kauê saia regularmente com um grupo para evangelizar nas ruas de Suzano e sentiu que esta era a sua missão.

Neste mesmo ano, tornou-se membro da Assembleia de Deus - Madureira, em Mogi das Cruzes e aderiu a outros trabalhos evangelísticos, incluindo o desafio de fixar e liderar igrejas-filhas em outras localidades.

Ao longo de sua caminhada,Kauê sempre alimentou o desejo de evangelizar o povo baiano. “Por causa de todo o misticismo e religiosidade por trás desse povo, eu tinha um propósito em meu coração: o de ganhar uma alma baiana para Cristo”, conta.

A oportunidade surgiu em 2011, para substituir o pastor da Assembleia de Deus Madureira no distrito de Pilar, na Bahia, que tinha um total de oito membros fixos e cujo prédio não estava em boas condições. Então, Deus falou aocoração do pastor Kauê que a igreja necessitava de uma reforma espiritual e também física.

Lá, com sua esposa, Dalila de Jesus, e seu filho, Jonatas, o pastor realiza, desde então, um forte trabalho de evangelismo voltado às famílias, já que oprincipal problema são os trabalhos de feitiçaria realizados para acabar com casamentos. “Temos testemunhos tremendos de quebra de obras de macumba na vida de muitas famílias nesse lugar”, revela.

Hoje, totalmente reformada e com 160 membros em sua igreja, além de levar a Palavra de Deus, o pastor Kauê agrega ao trabalho evangelístico uma ação social que é estrategicamente planejada para que asnecessidades dopovoado ou lugarejo trabalhado sejam supridas. Cestas básicas são doadas às famílias carentes e um caminhão-pipa é enviado às localidades onde há problemas de falta de água.

Mas ainda há muito a se fazer. Na região, existem inúmeros povoados e pequenas cidades que não possuem igrejas e locais nos quais asdificuldades de se pregar o Evangelho com eficiência são enormes.

Em prol desse alvo, o pastor Kauê comenta que Deus tem trazido vários desafios e muitas bênçãos também. “Estamos cumprindo a nossa obrigaçãode pregar o Evangelho às nações, ajudando e evangelizando as famílias, avivando a fé em Deus existente nelas”, relata.

Desde a chegada à Bahia, o pastor Kauê e sua família deram forma aosonho de ver o Evangelho de Jesus Cristo sendo pregado ao povo,alcançando, assim, o território baiano para o Reino de Deus.

Com uma equipe de obreiros, o pastor desenvolve cruzadas e visitas evangelísticas e sua meta é passar por todos os municípiosbaianos.“Eu e minha família estamos servindo ao Senhor com alegria,louvando a Deus e caindo na graça de todo o povo e sendo testemunhas do que o Senhor todos os dias tem acrescentando na vida de seus filhos”, finaliza.

Conversão real

Quem vê o pastor KeijiKauê Pedro desenvolvendo um belo trabalho missionário por toda a Bahia ao lado de sua família e uma equipe de obreiros da igreja, não consegue imaginar que um dia esse jovem foi escravo das drogas.

Kauê teve contato com esse mundo com apenas 12 anos e permaneceu no vício por 8 anos. Aos 20 anos, teve sua vida completamente transformada quando recebeu a oração de um evangelista. Ele se converteu e foibatizado pelo Espírito Santo.

Quatro meses após, o jovem procurou uma igreja em Suzano para se fixar e, ali, deu seus primeiros passos no trabalho evangelístico. Mudou-se para uma igreja em Mogi e continuou atuando emdiversas ações missionárias, aprendendo mais sobre a Palavra de Deus e
fortalecendo sua convicção de que pregar o Evangelho seria sua missão de vida.

Comentários

social

foto_entrevistas

Oficina G3 anuncia pausa na carreira

0

Qui, 28/09/2017

lançamentos

foto_entrevistas

Gabriela Rocha apresenta seu novo single Lugar Secreto

0

Seg, 11/12/2017

© 2009/2016 - Revista Exibir Gospel | Desenvolvido por Exibir Comunicação