logotipo

sábado

23/09/2017

Publicidade

Exibir Comunicação
Principal
Publicada em Qui, 18/05/2017

Empresas e instituições cristãs estão entre as melhores empregadoras, aponta Forbes

3855

Empresas e instituições cristãs estão entre as melhores empregadoras, aponta Forbes

Fundada por um evangélico há 71 anos, a lanchonete 'Chick-Fil-A' fecha aos domingos para que seus funcionários possam ir tranquilos à igreja e fiquem com suas famílias.

Várias empresas e instituições cristãs, incluindo a gigante de fast food Chick-fil-A, Wycliffe Tradutores da Bíblia e Compassion Internacional estão entre as melhores empregadoras de médio porte da América.

"Todos os anos, a Forbes procura descobrir quais as empresas que operam nos Estados Unidos hoje são as melhores em fazer com que seus funcionários se sintam felizes, inspirados e bem compensados", explicou a publicação ao apresentar uma lista das 800 maiores empregadoras.

Em parceria com a Statista, uma grande base de dados de estatísticas e empresa de pesquisa de consumo sediada em Hamburgo, na Alemanha, a Forbes criou duas categorias de empregadores: grandes empregadores com mais de 5.000 empregados e empregadores de médio porte com uma faixa de 1.000 a 5.000 funcionários.

A Statista realizou pesquisas com cerca de 30.000 funcionários de forma anônima através de vários painéis on-line para elaborar as listas. A pesquisa foi realizada anonimamente, disse a Forbes, para garantir que os trabalhadores possam expressar suas opiniões, livres de influência ou censura da empresa.

A organização cristã mais bem classificada na lista dos melhores empregadores da América no ano de 2017 é a ‘Wycliffe Bible Translators’ (Wycliffe Tradudores da Bíblia) na vigésima posição. A lista completa tem 301 empregadores.

Por mais de 70 anos, a Wycliffe tem ajudado pessoas em todo o mundo a traduzirem a Bíblia em suas próprias línguas. Eles também ajudam com o desenvolvimento da linguagem, alfabetização e outras necessidades espirituais e físicas.

A Compassion Internacional, organização que apoia crianças cristãs e se dedica ao desenvolvimento a longo prazo de crianças que vivem em situação de pobreza em todo o mundo, ocupa o 40º lugar. Além de fornecer comida e assistência médica. A Compassion também promove a educação e a formação dessas crianças e de pessoas que queiram se juntar à organização.

A Universidade Baylor, a mais antiga em funcionamento contínuo no Texas e maior instituição batista de ensino superior no mundo, está classificada na posição 128.

Reconhecimento

A editora cristã ‘Lifeway Christian Resources’ está classificada na posição 168. O presidente da empresa, Thom S. Rainer, disse que estar no ranking é uma honra e só vem confirmar o que eles já viam acontecer há algum tempo.

"Ser reconhecido pela Forbes é certamente uma honra", disse Rainer. "Isso ressalta o que temos conhecido há anos – que a LifeWay é um ótimo lugar para se trabalhar".

A ‘LifeWay Christian Resources’ é um dos maiores fornecedores mundiais de produtos e serviços cristãos, incluindo Bíblias, livros, estudos bíblicos, materiais para as igrejas e outros recursos cristãos, de acordo com a agência ‘Baptist Press’. A empresa de Nashville, Tennessee, possui e opera mais de 170 lojas em todo os Estados Unidos e emprega cerca de 5.000 pessoas.

"Ser uma empresa focada no ministério significa que os funcionários podem viver sua fé no trabalho", disse Connia Nelson, diretora sênior de recursos humanos da ‘LifeWay’. "Na LifeWay você nunca tem que escolher entre fé e carreira, ambos são essenciais para o ministério e os negócios da LifeWay, por isso dizemos que ‘a fé funciona aqui”.

A rede de lanchonetes ‘Chick-fil-A’, fundada em 1946 com mais de 2.000 restaurantes, é classificada na posição de número 257 da lista da Forbes.

Influenciada pela fé cristã do fundador Truett Cathy na Southern Baptist, todas as lojas fecham aos domingos para permitir que os trabalhadores prestem culto em suas igrejas e passem tempo com suas famílias.

"Nosso fundador, Truett Cathy tomou a decisão de fechar aos domingos em 1946, quando abriu seu primeiro restaurante em Hapeville, Geórgia. Tendo trabalhado sete dias por semana em restaurantes abertos 24 horas, quando era mais jovem, Truett viu a importância de fechar aos domingos para que ele e seus funcionários pudessem reservar um dia para descansar e fossem tranquilos para a Igreja. Esta é uma prática que defendemos ainda hoje", diz a empresa em seu site.

*Com informações de The Christian Post.

Comentários

social

foto_entrevistas

Evento geek evangélico aborda cultura pop e cristianismo, em São Paulo

0

Qui, 31/08/2017

lançamentos

foto_entrevistas

Gateway lança o álbum Monuments

0

Qui, 21/09/2017

© 2009/2016 - Revista Exibir Gospel | Desenvolvido por Exibir Comunicação