logotipo

terça

12/12/2017

Publicidade

Exibir Comunicação
Principal
Publicada em Qua, 29/11/2017

É impossível não ver a mão divina sobre Israel, diz vice-presidente dos EUA

4515

É impossível não ver a mão divina sobre Israel, diz vice-presidente dos EUA

Comemorando o 70º aniversário da votação da ONU para a criação do Estado de Israel, Mike Pence reconheceu que a mão de Deus sempre esteve sobre a nação.

Estados Unidos - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está “considerando ativamente” em mover a embaixada dos EUA de Tel Aviv para Jerusalém, conforme anunciou o vice-presidente na terça-feira (28/11).

Mike Pence fez as declarações na abertura de um evento no Queens Museum, em Nova York, que comemorava o 70º aniversário da votação da Organização das Nações Unidas (ONU) para a divisão da Palestina, que resultou na criação do Estado de Israel.

“O presidente Donald Trump está considerando ativamente quando e como mover a embaixada americana em Israel de Tel Aviv para Jerusalém”, disse Pence ao público formado por embaixadores da ONU, diplomatas e líderes judeus.

A Assembleia Geral da ONU, realizada em 29 de novembro de 1947, aprovou uma resolução que adotava o plano de dividir a Palestina para estabelecer um estado judeu. Dos 56 membros da ONU na época, 33 votaram a favor, 13 contra e 10 se abstiveram, possibilitando o estabelecimento de Israel no ano seguinte.

“Israel não precisava de uma resolução que exigisse a sua existência, porque seu direito de existir é evidente e atemporal”, disse Pence. “Enquanto Israel foi construído por mãos humanas, também é impossível não ver a mão do céu aqui”.

Embora a mudança da embaixada americana em Israel tenha sido uma das promessas de Trump na campanha eleitoral, os planos vêm sendo adiados desde que ele assumiu o cargo.

Líderes israelenses de direita têm pressionado o movimento da embaixada, no entanto, alguns expressaram preocupações de que isso possa inflamar as tensões regionais. Os palestinos se opuseram duramente à proposta dos EUA, afirmando a reivindicação de Jerusalém Oriental como sua futura capital.

Em seu discurso, Pence ressaltou o apoio dos EUA a Israel, afirmando que os laços entre os dois países nunca foram mais fortes do que na administração Trump. “Como o presidente Trump diz: ‘Se o mundo não souber, os informe: A América está com Israel’”, disse ele. “Sob a nossa administração, a América sempre ficará com Israel”.

Falando sobre o acordo nuclear com o Irã, Pence disse que a administração Trump está trabalhando para consertar “falhas flagrantes” cometidas pelo governo anterior. “Sob o presidente Trump, os EUA não permitirão que o Irã desenvolva armas nucleares. Esta é a nossa promessa solene para vocês, para Israel e para o mundo”, destacou.

*Com informações de Times Of Israel. 

Comentários

social

foto_entrevistas

Oficina G3 anuncia pausa na carreira

0

Qui, 28/09/2017

lançamentos

foto_entrevistas

Marine Friesen lança seu novo CD pela MK

0

Ter, 12/12/2017

© 2009/2016 - Revista Exibir Gospel | Desenvolvido por Exibir Comunicação