Siga nossas redes sociais

Principal

O senador Lindsey Graham diz que vai liderar esforços pela soberania de Israel

Published

on

Compartilhe

O senador Lindsey Graham, à esquerda, e o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu estão nas colinas de Golan, com vista para a Síria, em 11 de março de 2019. (Amos Ben-Gershom / GPO)

ISRAEL – O senador Lindsey Graham disse que enquanto visitava as Colinas de Golã, ele “iniciaria um esforço para reconhecer o Golã como parte do Estado de Israel agora e para sempre”. Graham, RS.C., visitou o Golan na segunda-feira com o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu e o embaixador dos EUA em Israel, David Friedman.

“Israel ocupou este território lutando pela sua sobrevivência. Este território foi tomado pela força militar porque foi usado como ponto de partida para atacar o Estado de Israel. Este território tem uma rica história judaica”, disse Graham, que chegou a Israel no domingo, durante a visita. “Estrategicamente, estou de pé em um dos fundamentos mais importantes do Estado de Israel.”

Tal reconhecimento, particularmente se ocorresse antes das eleições nacionais de 9 de abril em Israel, seria uma benção para Netanyahu em sua tentativa de permanecer primeiro-ministro. Netanyahu em uma declaração em hebraico chamou as observações de Graham de “uma direção muito importante e muito promissora para nossa segurança nacional”.

Falando de Graham e do presidente Donald Trump, ele disse: “Eles estão levando isso a um passo muito concreto – manter o Golã como parte de Israel. Caso contrário, nossa fronteira será com o Irã, às margens do Kinneret – e não estamos preparados para aceitar isso”.

Em comentários em inglês, Netanyahu chamou Graham e Friedman de “dois dos maiores amigos de Israel”, assim como seus amigos pessoais. Netanyahu também enfatizou que a comunidade internacional deve reconhecer o Golã como parte de Israel.

*Com informações da Jewish Telegraphic Agency (JTA)

Continue Reading
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *