Siga nossas redes sociais

Principal

Aumenta o número de pessoas que passam fome na Coreia do Norte

Published

on

Compartilhe

Foto: Reprodução

Governo anunciou que vai reduzir a quantidade das rações diárias

Por Cris Beloni

De acordo com um relatório de fevereiro deste ano, da agência Reuters, a Coreia do Norte admitiu que está enfrentando uma crise alimentícia. O governo vai reduzir as rações diárias de 550 para 300 gramas por pessoa.

A Portas Abertas também informou que, de acordo com esse mesmo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) estima que o número de pessoas desnutridas seja de 10,3 milhões, o equivalente a 41% de toda população.

No país governado por Kim Jong-um, sabe-se que uma a cada cinco crianças sofre de raquitismo, doença que compromete o crescimento por causa de uma carência de vitamina D e cálcio. Diante desse quadro, o ditador pediu ajuda às Nações Unidas e às organizações humanitárias, segundo o porta voz da ONU, Stéphane Dujarric.

A situação é realmente difícil para os norte-coreanos e ainda mais para aqueles que são cristãos. “O país inteiro é uma prisão”, lamentou Tomás Ojéa Quintana, relator especial da ONU. Além da fome, se os cristãos forem descobertos praticando uma “religião ocidental”, terão de enfrentar dolorosas punições.

A equipe da Portas Abertas pede para que cristãos do mundo todo se engajem nessa causa, orando pelos norte-coreanos, para que recebam comida, medicamentos e itens de primeira necessidade. Orar por eles também pode ajudar bastante.

Continue Reading
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *