Siga nossas redes sociais

Politica

Pastor afirma que computador de filho que rompeu com Flordelis foi furtado de igreja

Published

on

Compartilhe

Um dos pastores da filial do Ministério Flordelis em Itaboraí, na Região Metropolitana do Rio, registrou na 71ª DP (Neves), na tarde desta terça-feira, que um notebook, duas televisões e um teclado de computador foram furtados da igreja. Moisés Cândido da Silveira afirma que o computador que sumiu era do também pastor e vereador Wagner Andrade Pimenta, conhecido como Misael. O parlamentar é um dos filhos que romperam com a mãe após a morte do pai, o pastor Anderson do Carmo, em 16 de junho deste ano.

Procurado pelo EXTRA, Misael nega que o computador seja de sua propriedade. Em seu depoimento, Moisés, pastor responsável pela filial de Itaboraí, afirmou que a igreja estava vazia e só percebeu que os objetos tinham sido levados nesta terça-feira.

Segundo Moisés, uma pessoa não identificada entrou na igreja sem danificar o cadeado e levou os objetos. Segundo ele, não havia sinais de arrombamento ou dano no local, “pois inclusive o cadeado foi aberto normalmente com uma chave”. O pastor afirma que não há câmeras de segurança e nem câmeras no local.

+Filho de Flordelis assume presidência de igreja e tira nome da mãe de postagens na internet

+Doria manda recolher apostila sobre ideologia de gênero

+Regis Danese lança música sobre Depressão

Misael, que é pastor, era ligado ao Ministério Flordelis até a morte do pai, o pastor Anderson do Carmo. Após o crime, ele rompeu com a mãe e deixou a igreja. O vereador afirmou à polícia que Flordelis foi a “mentora intelectual” do crime.

O Ministério Flordelis possui uma sede, no Mutondo, em São Gonçalo, e outras três filiais, uma delas a de Itaboraí.

Dois filhos de Flordelis – Lucas Cézar dos Santos Souza e Flávio dos Santos Rodrigues – estão presos acusados de envolvimento na morte de Anderson.

Fonte: Extra Online