Siga nossas redes sociais

Global

Cristão Nigeriano chega ao Brasil em Setembro

Published

on

Compartilhe

Ibrahim fará visitas a igrejas brasileiras de quatro estados para compartilhar suas experiências sobre a perseguição

Entre os dias 26 de setembro e 14 de outubro, Ibrahim, cristão perseguido da Nigéria visitará o Brasil. Apesar de viver em uma região de maioria cristã, onde não havia perseguição, isso mudou, conforme dito por Jesus, que “enfrentaríamos perseguição por causa do seu nome”. Experimentar perseguição sempre é difícil, afinal como lidar ao ver as coisas que você possui desaparecendo, sejam familiares, amigos, casa ou bens? A memória e as marcas deixadas continuam sempre presentes.

Isso leva muitos cristãos a se perguntarem por que, como e quando a perseguição terá fim, porém, os números mostram que a perseguição religiosa apenas aumenta, fazendo com que muitos desistam da fé em Jesus. “Diariamente, enfrentamos todos os tipos de perseguição e só podemos ter consolo em Deus. Nós devemos mostrar o amor de Jesus até mesmo para aqueles que nos perseguem”, explica Ibrahim, que foi atacado pelo grupo Boko Haram, em 2014.

Ele conta que não é fácil para quem vive em área de perseguição religiosa ser curado dos traumas experimentados, mas a graça de Deus é poderosa para acabar com a dor e trazer cura por completo. Em sua visita ao Brasil, Ibrahim compartilhará mais sobre seu testemunho e a perseguição na Nigéria, em igrejas de São Paulo, Londrina, Recife e João Pessoa.

Onda de oração pela Nigéria
Além de receber um cristão perseguido do país, no mês de setembro, os brasileiros podem participar de um movimento de oração pela Igreja Perseguida. Entre os dias 20 e 22, convidamos você a escolher o melhor momento, juntar sua galera e participar do Shockwave, uma onda de oração pela Nigéria. É só se cadastrar para receber um material exclusivo e ter acesso à área restrita, com todas as informações necessárias para realizar o evento com seus amigos. Não fique fora dessa! Seja um com nossos irmãos e irmãs nigerianos.

*Portas Abertas