Siga nossas redes sociais

Entrevistas

EX-GAY EXPÕE A PRÓPRIA VIDA PARA PROVAR QUE É POSSÍVEL SAIR DA PRÁTICA HOMOSSEXUAL

Published

on

DA REDAÇÃO POR CRIS BELONI

Robson Staines deixou a homossexualidade, mudou o rumo de sua vida e hoje se diz plenamente feliz. Ele já foi travesti, se prostituiu e esteve no fundo do poço. “Mas Deus me resgatou e me amou”. Atualmente, é bispo de uma Assembleia de Deus, casado há mais de 20 anos e vive bem com seus filhos e netos.

Staines revela que militantes de movimentos como o LGBTQ+ fazem de tudo para “abafar o caso”. Isso porque dizer que existem ex-gays pode afetar algumas metas ideológicas e políticas. O Movimento de Ex-Gays no Brasil (MEGB) se levantou com força quando a ministra Cármen
Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu uma sentença da Justiça Federal que permitia atendimento psicológico aos homossexuais.


Exibir Gospel – O que aconteceu de lá pra cá?
Robson Staines – Uma vez que ela vetou o direito de homossexuais egodistônicos e também o direito de ex-gays de serem assistidos por profissionais, o que aconteceu é que fomos amordaçados e ficamos desamparados. Só podemos contar com a ajuda de Deus.
Exibir Gospel – Você teve a oportunidade de receber ajuda psicológica, há mais de 20 anos. O que isso significou para você? Fale um pouco dessa época.
Robson Staines – Minhas primeiras experiências com psicólogos não foram boas. Eu já vivia um conflito de identidade. Mesmo sendo homossexual algo me incomodava muito e eu percebia que o psicólogo sempre me direcionava a me assumir como gay. Porém, eu queria deixar de ser gay e só consegui isso através de Deus. Mesmo depois de convertido, continuei buscando profissionais da área, até por que sofri um trauma infantil através de um estupro violento. Depois encontrei dois grandes psicólogos cristãos, eles me assistiram e me deixaram à vontade, segundo o meu desejo que era deixar de ser gay.
Exibir Gospel – Por que você desejou sair da homossexualidade?
Robson Staines – Porque eu percebi que não estava completo e nem feliz. Sentia um vazio tomando conta do meu ser. Quando eu colocava a cabeça no travesseiro, algo ficava “mar-telando”, dizendo que eu não estava no caminho certo. Para o meu lado carnal, o que eu fazia era bom, mas para o espiritual era péssimo.
Exibir Gospel – Como foi sua experiência com a igreja?
Robson Staines – Muitos gays reclamam, dizem que são maltratados quando vão às igrejas pedir ajuda. No meu caso, fui acolhido e amado pelas irmãs de oração e também fui incentivado por todos os pastores que passaram pela minha vida.
Exibir Gospel – Como você se tornou pastor e depois bispo?
Robson Staines – Meu ministério começou numa igreja bem simples, no Rio de Janeiro. Foi onde comecei lavando o banheiro e limpando o templo. Depois a música dominou minha vida. Deus me deu muitas letras e me chamou como levita. Fiz vários cursos de teologia. Fui consagrado a diácono,
depois a missionário, pastor evangelista e agora bispo. Ao todo são 26 anos de ministério, para a glória de Deus.
Exibir Gospel – Você teve uma visibilidade rápida, não é? Como a mídia chegou até você?
Robson Staines – Eu já tinha participado de alguns programas de rádio e TV’s a cabo, mas fiquei conhecido em rede nacional depois que fui ao programa Superpop, da apresentadora Luciana Gimenez. Ela me convidou várias vezes. Estive também no programa Na Liga, da Band – Mundos Opostos, Casos de família, com Cristina Rocha, entre vários outros. Participei de mais de 50 programas com o tema “ex-gay”. Estive também na Câmara dos Deputados, em Brasília, numa
audiência pública, onde pude denunciar que “a grande maioria dos consultórios de psicologia é uma fábrica de gays”.
Exibir Gospel – Essa “fábrica” vai falir? Por que parece que o número de ex-gays está aumentando a cada dia. O que você diz sobre isso?
Robson Staines – Acho que está acontecendo isso mesmo! Então minha oração é para que aumente o número de psicólogos cristãos atuantes na área da Psicologia. Vivemos um tempo em que Fé e Ciência estão caminhando juntas. Eu também peço a Deus pra que os grandes líderes cristãos da
nossa nação nos ajudem nisso. Gays e ex-gays precisam do apoio da igreja. Quem entra ou sai da homossexualidade precisa de atendimento espiritual e profissional.
Exibir Gospel – Como tem sido a vida depois que você saiu da homossexualidade?
Robson Staines – Bem… deixar a prática homossexual não é nada fácil. Mas já adianto que não é algo impossível. Quando eu realmente entendi que Deus tem todo o poder no seu céu e na terra, agarrei as Suas promessas e mudei o rumo da minha vida. Veja, foi isso o que Deus deixou pra nós: a Sua Palavra poderosa e o Espírito Santo para nos convencer e nos libertar de todo o pecado. Entendo que cada um vive a sua própria experiência com o Criador e isso é muito particular. No meu caso, posso dizer que a tristeza, a amargura e toda a angústia que eu sentia foram embora
pra sempre da minha vida. O Eterno me resgatou! Fui totalmente restaurado de dentro pra fora. Há 26 anos que eu vivo feliz e realizado no meu casamento e com a minha família. Sou grato a Deus pela minha esposa, filhos, genro, nora e netos. Hoje eu posso dizer que sou um homem
abençoado por Deus. Eu sou um vencedor.
Exibir Gospel – O que você tem a dizer aos gays e lésbicas que querem abandonar a homossexualidade?
Robson Staines – Digo que o mais importante de tudo isso é o amor! Ninguém é forçado a nada, cada um tem o direito de viver a vida como quer. Não existe um remédio pra deixar a homossexualidade. Você não toma algo de noite e acorda diferente no outro dia. O que ocorre é uma decisão de mudança de vida! E Deus está nesse negócio. “Sem Ele nada podeis fazer”. Só o Espírito Santo tem o poder pra convencer o homem do pecado, da verdade e do juízo. “Onde
abundou o pecado, superabundou a graça”. Tentar mudar a vida de um homossexual de forma agressiva é crime. Destratar e ridicularizar também não leva a bons resultados. Quero dizer também que eu estou aqui, que eu existo, por isso contem comigo. Sigo em frente nesse ministério pra
ajudar essas pessoas que querem deixar a prática homossexual. Contem comigo, se querem ter um encontro com Cristo, assim como eu tive. Atualmente, dou palestras sobre sexualidade, abuso sexual, pedofilia, compulsão, além de compartilhar o meu testemunho para servir de exemplo. Estarei presente com a minha família nas igrejas do Brasil e do mundo até quando Deus permitir e exigir isso de mim. Fico disponível também nas redes sociais (Robson Staines no Facebook e Instagram), e-mail stainesrobson@gmail.com ou whatsapp (11) 97711 1864.
Robson Staines está escrevendo um livro onde vai contar detalhes sobre sua história.

DEPOIMENTOS DE AMIGOS E FAMILIARES:

Paula Staines (esposa)
– Estamos casados há
um tempão e ainda
somos apaixonados
um pelo outro. Nossa
ligação é muito forte.
Nossa união é sincera
e cheia de amor. Deus
tem derramado bênçãos
sobre a nossa família.
Robson Staines é o
homem da minha vida.

Bispa Rita Manuela – É uma
honra falar do bispo Robson
Staines. O testemunho dele
me chama muito a atenção.
Eu acredito no chamado dele.
Nós oramos juntos e o Espírito
Santo me conduziu a ungi-
lo como bispo. Foi o que o
Senhor colocou em nossos
corações. Tivemos uma experiência
muito bonita no monte,
quando Deus confirmou a
unção do reconhecimento, a
unção da visitação de Deus e
a unção para o ide de Deus. É
uma nova missão na vida dele.
As pessoas o conhecerão pelas
suas obras, não só aqui na
cidade de Limeira (SP), mas
pelo Brasil e pelo mundo. E
que essa unção se estenda
de geração em geração.

Isabella Staines (filha) – Meu pai é um homem totalmente
liberto, que sempre cuidou muito bem de mim e dos meus irmãos. Um pai muito alegre e divertido. Nunca foi um problema o fato de ele ter sido gay. Eu e meus irmãos usamos o testemunho do nosso pai para falar de Jesus para as pessoas. Ele é meu grande amigo, a pessoa em quem mais confio. Meu professor, não só na parte da música, mas para tudo o que sou hoje. Dele veio vem toda a educação que recebi. Meu pai é meu líder espiritual e um profeta de Deus que
eu admiro muito. O que eu mais quero é poder honrá-lo
com o melhor, como forma de gratidão por tudo o que ele
já fez e que ainda faz por mim.

Marisa Lobo (psicóloga e amiga) – Robson Staines é um homem totalmente restaurado. Ele é um dos melhores exemplos na Psicologia
e eu desconheço recaída na vida dele. É meu amigo de vários anos e sua família é maravilhosa. Quem ridiculariza sua verdade, está sendo
incoerente com a tal diversidade que defende.

Arlindo Netto (genro, jogador do Corinthians) – Quando paro pra pensar, milhões de coisas passam pela minha mente e uma delas é a gratidão que tenho por ele. Foi alguém que acreditou em mim quando ninguém mais acreditou, que me deu todo o suporte que um pai deve dar a um filho. Ele sempre me ajudou e ainda me ajuda. Ele é simplesmente incrível. O fato de ele ser ex-gay nunca foi um problema pra mim, muito pelo contrário, eu o admiro porque ninguém lida com essa situação melhor do que ele. Pai exemplar, avô maravilhoso, um pastor que verdadeiramente dá a vida pelas suas ovelhas. Agora ele é bispo, e com certeza continuará dando frutos por onde passar. Quando o vi pregando pela primeira vez, eu disse pra Deus que queria fazer parte daquela família, e hoje estou aqui. Então, o que posso dizer sobre ele, é que se existe uma pessoa nesse mundo que merece todo o meu carinho, respeito e admiração, essa pessoa se chama Robson Staines. Eu o amo como meu pai!