Siga nossas redes sociais

Destaques

Cristão é condenado com mais um ano de prisão no Irã

Published

on

O veredito aconteceu sem evidências e agora o ex-muçulmano deve cumprir 5 anos de reclusão no total

ANa audiência do dia 9 de maio, o juiz confirmou a condenação por ele “pertencer a um grupo hostil ao regime”. Isso porque ele colocou um emoticon sorrindo em resposta a uma mensagem que criticava o sistema religioso islâmico iraniano. Além disso, a justiça impôs mais um ano de prisão ao cristão por “propaganda contra o Estado”, informa o site britânico de notícias, Article 18.  

O advogado de Ismaeil protestou alegando que receber a mensagem de uma organização não garante que ele seja filiado a ela. Ele confirmou que não havia evidências ou documento que justificasse o veredito.  No início de janeiro de 2020, o cristão foi sentenciado a três anos de prisão por “insultar as crenças sagradas islâmicas”. O cristão vai recorrer das decisões.

Como uma república islâmica, o cristianismo não é bem-vindo no Irã e, por isso, os seguidores de Jesus enfrentam a perseguição da sociedade e principalmente do governo. É comum que o sistema judiciário seja utilizado para punir cristãos que se reúnem com outros, evangelizam e deixem a fé islâmica para seguir a Cristo. A nação é a 9ª colocada na Lista Mundial da Perseguição 2020.

Continue Reading
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *