Siga nossas redes sociais

Destaques

Jihadistas matam 58 pessoas em 24 horas em ataques contra cristãos em Burkina Faso

Published

on

Compartilhe

Pelo menos 162 cristãos foram mortos no Burkina Faso entre abril e dezembro de 2019 em uma série de ataques direcionados por militantes

Quinze foram mortos quando um comboio de comerciantes, incluindo crianças, foi atacado enquanto viajava de Titao para Sollé, na província de Loroum, em 29 de maio.

Em 30 de maio, militantes islâmicos armados abriram fogo aleatoriamente em um mercado de gado na província de Kompienga, matando pelo menos 30 pessoas e ferindo muitas outras.

No mesmo dia, um comboio humanitário foi atacado por extremistas em Barsalogho, província de Sanmatenga, reivindicando a vida de seis civis e sete soldados. Outras 20 pessoas ficaram feridas e várias desapareceram.

Um contato de Barnabas relatou que ficou claro a partir do testemunho de um sobrevivente que os militantes estavam mirando cristãos e humanitários levando comida para um campo de deslocados internos (IDP), onde muitos moradores principalmente cristãos se refugiaram depois de fugir da violência jihadista anterior.

Um sobrevivente descreveu como ele estava viajando em uma ambulância no comboio quando foi atacado. O sobrevivente disse: “O motorista gritou ‘perdoe, perdoe, também somos seguidores do profeta Muhammad’. Um deles [os pistoleiros] virou-se para seus companheiros dizendo ‘eles têm a mesma religião conosco’. ” Aparentemente, o ataque ao veículo foi interrompido.

A violência de extremistas islâmicos aumentou em Burkina Faso no último ano, fazendo com que milhares deixassem suas casas. O aumento de ataques violentos contra cristãos começou em abril de 2019 na cidade de Silgadji, no norte, quando um pastor, seu filho e quatro membros de sua congregação foram baleados a sangue frio por se recusarem a se converter ao Islã.

Com informações Barnabas Fund

Continue Reading
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *