Siga nossas redes sociais

Global

Igreja Batista tem 14 mortos após ataque na Nigéria

Published

on

Compartilhe

Caminhão carrega caixões de pessoas mortas pelos pastores Fulani, em Makurdi, Nigéria, em 11 de janeiro de 2018. (Foto: Reuters)

Um ataque a uma vila na Nigéria deixou 14 membros de uma igreja Batista mortos. O Morning Star News relata que os cristãos foram mortos em uma operação no estado de Kogi, que se acredita ter sido realizada por pastores radicais Fulani.

O ataque ocorreu na área de Agbadu-Daruwana por volta das 2 horas da manhã de 29 de julho, disse o chefe de polícia Ede Ayuba no site. Ele disse que 13 das vítimas pertenciam à mesma família. O único membro da família sobrevivente perdeu sua mãe, esposa, filhos e família.

A All Baptist Fellowship disse em um post no Facebook que as vítimas eram membros da Igreja Batista Bethel, informou o Morning Star News. “Eles já foram enterrados”, disse o correio. “Todos os membros da comunidade, principalmente cristãos, fugiram. Por favor, ore pela intervenção de Deus contra o anticristo na terra.”

A vila alvejada no ataque era predominantemente cristã.

Um morador disse ao Morning Star News que os criminosos falavam a língua fulani e atacaram a vila com armas e estavam de moto. “Esta não é a primeira vez que atacam nossas comunidades, já que outras aldeias ao nosso redor foram atacadas de maneira semelhante por esses pastores”, disse a fonte.

*Com informações de The Christian Today

 



Continue Reading
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *