Siga nossas redes sociais

Artigos

Desencoraja Vento

Published

on

Leandro Tarrataca*

Você já se sentiu desencorajado? Você sabia que Billy Graham, Charles Spurgeon experimentaram desencorajamento? Você não está só! Todos velejamos pelas perigosas águas do desencorajamento. Temos ideias, planos, desejos, sonhos, projetos…

Mas, quando parece que teremos a possibilidade de materializá-los, algo começa a dar errado e em pouco tempo estamos como um veleiro açoitado perdendo o rumo.

E, quanto mais pensamos nisso, mais aperta o peito e, como ventos ensacados, o desencorajamento invade nossas vidas e deixa-nos em estado de confusão mental enquanto buscamos encontrar a saída.

No caminho de Emaús, os discípulos de Jesus se encontravam assim, suas palavras têm tom de cinza chumbo…

Tudo que conseguiam pensar era no Cristo pendurado numa cruz e todos os sonhos messiânicos desfeitos.

Como Jesus ajudou esses discípulos a recuperarem o ânimo?

Como Ele os ajudou a reorganizar seus pensamentos na direção certa?

Jesus citou as Escrituras Sagradas, passagem após passagem até que o coração lhes ardeu como se um poderoso antisséptico lhes limpasse a ferida do desânimo. Jesus removeu a força do desânimo!

Se o seu coração está ferido, se o desânimo está detendo sua jornada, busque socorro na palavra de Deus, o texto sagrado pode reorganizar seus pensamentos e direção.

Experientes velejadores quando enfrentam ventos fortes e pesadas ondas, costumam usar uma técnica conhecida como “remoção de força”.

Um dos primeiros passos é aplainar as velas, em outras palavras as velas devem estar bem esticadas, assim o vento desliza por ela ao invés de ficar preso como em uma sacola. Alinhe as velas dos seus pensamentos com a Palavra de Deus e os ventos de pensamentos desanimadores não ficaram retidos em seu coração. Lembre-se do antigo adágio: “Mar calmo nunca fez bom marinheiro”.

*Leandro Tarrataca, pastor, professor, mestre e doutor em Teologia.

www.leandrotarrataca.com

 



Continue Reading
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *