Siga nossas redes sociais

Global

Extremistas hindus incitam multidões de milhares e expulsam cristãos de casas em ataques em três aldeias

Published

on

Milhares de animistas tribais agitados por extremistas hindus expulsaram todos os cristãos que viviam em três aldeias de suas casas em uma região da Índia.

Mais de 3.000 animistas danificaram casas, enviaram cristãos para salvar suas vidas e deixaram uma mulher hospitalizada com ferimentos graves. 

Morning Star News  (MSN) relata os ataques ocorridos em Chhattisgarh, Índia. Fontes disseram à agência de notícias que a polícia local não evitou nem parou os inúmeros ataques, apesar dos avisos anteriores. Em vez disso, a polícia local supostamente pressionou os cristãos a contribuírem para os festivais hindus. 

Animismo é a crença de que objetos, lugares e criaturas possuem uma essência espiritual distinta. Potencialmente, o animismo percebe todas as coisas – animais, plantas, rochas, rios, sistemas climáticos, trabalhos manuais humanos e talvez até palavras – como animadas ou vivas.

Sivram Koyam, um residente de Kakadbeda no distrito de Kondagaon, disse ao MSN que ele e outros cristãos estavam na delegacia local em 22 de setembro tentando alertar os policiais sobre violência iminente quando receberam ligações de parentes dizendo que turbas ferozes estavam atacando suas casas.

“Das três da tarde às oito da noite, implorei e implorei aos policiais para irem e detê-los, mas eles não foram”, disse Koyam ao Morning Star . “A furiosa turba veio à minha procura e, não me encontrando em casa, pegaram minha esposa e a espatifaram no chão três vezes.”

A esposa de Koyam sofreu ferimentos no peito e foi internada em um hospital local. 

A multidão de animistas entoava slogans hindus enquanto destruíam casas na vila de Kakadbeda, disse ele.

A turba danificou 10 casas de sete cristãos em Kakadbeda e, na manhã seguinte (23 de setembro), eles seguiram para a vila de Singanpur, danificando as casas de três cristãos, e a vila de Tiliyabeda, danificando as casas de dois cristãos.

Embora os animistas tribais que atacavam os cristãos não fossem hindus, grupos nacionalistas hindus trabalharam por mais de 10 anos para introduzir práticas hindus nos costumes tribais e incitaram os aldeões tribais contra os cristãos, de acordo com o MSN .

Os aldeões tribais em Kakadbeda, que foram doutrinados a praticar as práticas hindus, queriam que os cristãos contribuíssem para o festival mensal hindu Shivratri. Quando os cristãos se recusaram a contribuir para o último festival, os hindus tribais da vila prenderam os cristãos e os ameaçaram. 

“Eles nos disseram para renunciar à nossa fé em Jesus Cristo e alegaram que, por causa de nossas orações, seu deus se tornou ashuddh (palavra hindi para ‘contaminado’)”, disse Koyam.

O Rev. Vijayesh Lal, secretário geral da Evangelical Fellowship of India (EFI), disse que a agressão em Chhattisgarh tem a marca da influência extremista hindu.

“O que estamos vendo em Kondagaon é o mesmo roteiro que foi reproduzido durante os anos anteriores em Odisha (em 2008, então chamado de estado de Orissa), Madhya Pradesh, Jharkhand e Gujarat”, disse Lal ao Morning Star. “A hindutavização dos tribais e a fragmentação da sociedade tribal em linhas religiosas pelo Rashtriya Swayamsevak Sangh e seus afiliados levaram a esta situação.”

Lal disse não ter dúvidas de que os ataques foram bem planejados, e não espontâneos, conforme relatado. 

A Índia está classificada em 10º lugar na lista do Open Doors ‘2020 World Watch dos países onde é mais difícil ser cristão. O país ficou em 31º lugar em 2013, mas sua posição tem piorado a cada ano desde que Narendra Modi, do Partido Bharatiya Janata, chegou ao poder em 2014.

Veja abaixo o vídeo de um dos ataques à casa de um cristão.

Fonte : https//www1.cbn.com/cbnnews/world/2020/

Continue Reading
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *