Siga nossas redes sociais

Politica

Roberto de Lucena anuncia lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Diretos Humanos

Published

on

Presidida pelo deputado Roberto de Lucena (Podemos-SP), a Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Direitos Humanos e pela Justiça Social será lançada no dia 10 de dezembro, às 10h, com transmissão para o canal do youtube da Câmara dos Deputados.

Com foco na promoção de políticas de liberdade, de igualdade, proteção e justiça, a Frente presidida por Lucena promete “aproximar, ainda mais, o Congresso Nacional dos dilemas que afrontam os Direitos Humanos no Brasil e a promoção de Justiça. A proposta é ser um canal de articulação no parlamento e de comunicação com a sociedade para trazer à prática o debate sobre os valores que asseguram a dignidade da pessoa humana, enfrentando as mazelas sociais que dificultam a valorização da vida e, especialmente, promovendo o bem comum”, comentou Lucena.

“Essa é uma pauta suprapartidária que extrapola os dogmas da orientação ou preferência política. É preciso ter responsabilidade quando se trata de Direitos Humanos. No Brasil temos assuntos urgentes a tratar, como o combate à violência contra a mulher, criança e idosos, a liberdade religiosa, a proteção aos povos e comunidades tradicionais, entre tantos outros assuntos que precisam ser priorizados, sem esquecer do auxílio aos mais vulneráveis, atingidos pela pandemia. É inesgotável a nossa pauta de debate”, afirmou Lucena.

Nomes como o Ministro da Justiça e Segurança Pública do Brasil, André Mendonça, a Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves e o presidente do Instituto Brasileiro de Direito e Religião, Thiago Rafael Vieira, devem participar do lançamento da Frente, no formato online. “Começar nossas atividades reforçando o diálogo com agentes tão importantes será de grande valia. A expectativa por um resultado eficaz para o investimento nesse trabalho é grandiosa. Uma democracia fortalecida sabe investir em Direitos Humanos. Sem o princípio da dignidade da pessoa humana e a busca incessante pelo bem comum, não há democracia que faça sentido. Daremos nossa contribuição”, arrematou o parlamentar.

Fonte:Assessoria

Continue Reading
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *