Siga nossas redes sociais

Politica

Doria repete Bolsonaro e considera atividades religiosas como essenciais

Published

on

Doria anunciou que igrejas serão consideradas atividades essenciais (Foto: Nelson Almeida/AFP via Getty Images)

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou a partir da próxima terça-feira, 1º, o estado passará a considerar atividades religiosas como essenciais. A medida se assemelha à determinação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“[O decreto] reconhece a essencialidade de todas as igrejas no estado de São Paulo e o seu funcionamento, com a regularidade, obedecidos os critérios sanitários de proteção aos que dela participam. Esperança, fé e oração. Com vacinas, vamos vencer a covid”, disse o governador em um vídeo publicado nas redes sociais.

Com a mudança, as igrejas e outros espaços religiosos podem ficar abertas mesmo durante as fases mais restritivas do plano São Paulo. Na fase vermelha, a mais rigorosa, apenas atividades essenciais podem funcionar nos municípios paulistas. O texto será publicado na terça-feira, 2, no Diário Oficial.

A decisão de Doria repete medidas implementadas por Bolsonaro. Em março de 2020, no início da pandemia de coronavírus, ao decretar estado de calamidade, o presidente determinou que atividades religiosas eram essenciais e, por isso, não entrariam nas restrições.

No vídeo, Doria fala apenas em igrejas, mas o decreto é válido para quaisquer atividades religiosas.

Fonte:https://br.noticias.yahoo.com/

Continue Reading
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *