Siga nossas redes sociais

Destaques

Juntos há 66 anos, casal morre de covid com 15 minutos de diferença nos EUA

Published

on

REPRODUÇÃO/TWITTER

Os ex-pregadores e missionários Bill, de 88 anos, e Esther Ilnisky, 92, morreram de covid-19 com 15 minutos de diferença no dia 1º deste mês em um quarto de uma clínica, que ambos estavam internados, na Flórida, nos EUA. O casal estava junto há 66 anos e iria completar o 67º ano de união no último fim de semana. Segundo a única filha do casal, Sarah Milewski, Bill tinha se aposentado há três anos e, apesar de ser um idoso fisicamente saudável, tinha algum tipo de demência. Quando a pandemia teve início no ano passado, o casal tentou se cuidar. Esther ficava em casa e pedia para entregar comida em casa, em compensação, Bill saia de casa ocasionalmente.

Ele [Bill] não aguentou [ficar completamente isolado em casa]. Ele precisava estar perto das pessoas” disse a filha à agência de notícias Associated Press. Sarah e o marido visitaram os pais dela no Dia dos Namorados norte-americano, em 14 de fevereiro, mesmo dia do aniversário de Esther. Depois da visita, a idosa começou a ficar doente e, após mais alguns dias, a missionária e o marido receberam o resultado positivo para covid-19. Inicialmente, o prognóstico do casal era bom, mas no dia 27 de fevereiro ambos precisaram ser internados.

Segundo Jacqueline Lopez-Devine, diretora clínica, ela nunca tinha visto nenhum casal idoso chegar junto ao local. Visto a situação diferente, a diretora colocou ambos na mesma sala durante os dias de internação deles. A filha se despediu dos pais por meio de uma janela, usando um microfone para dizer “eu te amo” para eles. O pai estava deitado do lado direito do quarto e a mãe estava com a cama posicionada na frente da cama do amado. Bill mexeu a cabeça enquanto a filha falava, e a mãe se esforçou para pronunciar algo, mas não conseguiu e as palavras não saíram. “Foi horrível”, declarou Sarah.

Fonte:UOL