Siga nossas redes sociais

Destaques

Após cobras no litoral Norte, infestação de aranhas atemorizam Mogi das Cruzes (SP)

Published

on

À esquerda, aranha em residência imagem internet

Nas últimas 24 horas, duas aranhas apareceram nas casas de moradores da cidade; “Apareceu uma dessas no quarto das minhas filhas”, afirmou moradora; segundo biólogos, espécies flagradas se assemelham a aranha-armadeira, espécie perigosa cujo veneno, além de provocar dor lancinante, pode levar à morte de crianças e idosos.

ALERTA DE GATILHO: Atenção, esta matéria pode conter gatilhos para pessoas que sofrem de aracnofobia ou ofidiofobia, se você sofre com medo excessivo de aranhas ou serpentes, recomendamos que não prossiga com a leitura.

Moradores de Mogi das Cruzes, na região metropolitana de São Paulo, estão ressabiados com constantes aparições de aranhas em residências da cidade. Nesta quarta-feira (5), moradores noticiaram nas redes sociais regionais ao menos duas aparições dos aracnídeos em ambientes domésticos nas últimas 24 horas.

Mogi, no Alto Tietê, é um dos checkpoints para o litoral paulista, região em que outro animal vem aparecendo com frequência: as serpentes. Apenas neste ano, diversas aparições de cobras foram registradas nas cidades da Baixada Santista e no Litoral Norte de São Paulo.

A mais recente foi na última sexta-feira (30) em Santos, quando uma jararaca apareceu no Morro do São Bento, deixando a comunidade apreensiva. 

Um aracnídeo apareceu numa residência no bairro Vila Lavínia e outro surgiu num tanque de lavar roupa de uma residência no bairro Botujuru.

De acordo com biólogos consultados, uma vez que as imagens de ambos os artrópodes gravadas pelos moradores têm baixa definição, não é possível definir com precisão quais as espécies.

Porém, as aranhas, segundo os especialistas, se assemelham a duas espécies, uma delas é aranha armadeira, espécie perigosa, a outra é a aranha de jardim, espécie assustadora, mas inofensiva. Ambas as espécies são parecidas.

A aranha armadeira, do grupo phoneutria, expele um veneno ativo em humanos que pode ser letal. Além de dor lancinante na área picada, seu veneno provoca aceleração dos batimentos cardíacos, febre, suor, vômitos, vertigens, problemas respiratórios e pode levar à morte de idosos e crianças.

A espécie tem esse nome devido à sua postura quando se sente ameaçada. Ela ergue as patas dianteiras e abre os ferrões, “armando-se”. Esse comportamento das aranhas, afirmam os especialistas consultados,  pode ajudar a identificar a espécie, já que a aranha de jardim, sua sósia, não tem esse comportamento.

Nas redes sociais, diversos moradores de Mogi relataram aparições de aranhas semelhantes em suas casas. “Apareceu uma dessas no quarto das minhas filhas”, afirmou uma moradora. “Todos os anos durante os meses de abril e maio, aparecem muito dessas aranhas armadeiras. Passamos um sufoco”, lamentou outra moradora de um sítio, situado na divisa da cidade com Guararema.

Fonte: https://costanorte.com.br/

Continue Reading
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *