Siga nossas redes sociais

Variedades

Atriz Maria Flor xinga Deus de ‘isentão’ ao pedir impeachment de Bolsonaro em suas redes sociais

Published

on

Imagem de divulgação da internet

A atriz Maria Flor, de 37 anos, publicou na última semana um vídeo em suas redes sociais em que briga com Deus pedindo o impeachment do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Ela que já se posicionou de esquerda e a favor da eleição de Lula (PT) como presidente, publica vídeos em um quadro chamado “Flor Pistola”, onde interpreta indignações políticas.

No vídeo “A Última Instância”, a atriz usa de linguajar agressivo e repleto de palavrões para se dirigir à figura divina, exigindo providências quanto à situação política e na condução da pandemia no país. “Deus não pode ficar isento nessa m* que tá acontecendo no Brasil! Porque todo dia chega brasileiro na p** do Céu! E Deus não tá vendo que isso tá acontecendo?”, diz.

Ainda exaltada, a atriz continua exigindo um posicionamento de interferência sobre o livre arbítrio dos brasileiros responsáveis por pedir que o presidente seja destituído de seu cargo. “Deus tem que se colocar nesse impeachment, porque eu já apelei pra todo mundo… (…) Deus deveria se posicionar, não deveria ficar fazendo igual a Juliana Paes”, comenta.

Ela ainda questiona os afazeres do ser divino. “P*** Deus, essa c*** toda acontecendo no Brasil, o país em frangalhos e Tu tá fazendo o que aí? Tu tem que pensar bem, Tu tem que se colocar, Tu fica em cima do muro! P… Deus, num fica fazendo o isentão, pensando não sei no que, pensando na vida…”

CONTRA BOLSONARO

Maria Flor, que em todo o tempo se posiciona contra o governo atual e como militante da esquerda brasileira, continua sua atuação demonstrando seu desgosto em relação ao atual governo. “Se tem um negócio que eu odeio é o Bolsonaro, eu desejo o mal para o Bolsonaro. Eu não sei como ele convive com tamanha energia negativa que tem pra cima dele, é muita gente odiando esse homem. E nada derruba esse homem!”

Criticando pastores que defendem o presidente, Maria Flor atribui a Deus um posicionamento de esquerda. “(…) não pode ficar usando a Palavra do Senhor, que é um homem de esquerda, isso aí todo mundo sabe: Deus é um homem de esquerda, Jesus também!”, afirma.

Quase finalizando o vídeo, a atriz insinua desejar contratar algum tipo de retaliação a Bolsonaro: “(…) esse homem infeliz… Eu queria contratar…” E finaliza sugerindo críticas também ao Congresso Brasileiro.

Fonte: https://rapidonoar.com.br/