Siga nossas redes sociais

Destaques

Uma questão do reino’: líderes cristãos compartilham como os crentes devem orar pelo Afeganistão

Published

on

foto reprodução internet

Os líderes cristãos estão pedindo aos crentes em todos os lugares que se unam em oração enquanto o Talibã toma conta de grandes porções do Afeganistão, deixando os cristãos e outras minorias no país suscetíveis a severa perseguição.  

Os combatentes do Taleban se infiltraram no palácio presidencial afegão depois que o presidente Ashraf Ghani fugiu do país. A aquisição ocorreu no momento em que os Estados Unidos retiraram suas tropas do país depois de manter forças no país do Oriente Médio por quase 20 anos.

Embora o Taleban tenha prometido impor uma abordagem mais reformada ao governo, muitos temem que o Taleban, que se autodenomina Emirado Islâmico do Afeganistão, possa instituir uma forma de lei sharia. 

Um líder da Igreja no Afeganistão disse que o grupo extremista “eliminará a população cristã” do país. 

“No momento, tememos a eliminação. O Taleban vai eliminar a população cristã do Afeganistão”, disse um líder que disfarçou sua identidade ao CBN News em uma entrevista recente.

O líder está entre os milhares que passaram a ter fé em Jesus Cristo nas últimas duas décadas. 

“Não havia muitos cristãos 20 anos atrás, durante o tempo do Taleban, mas hoje estamos falando de 5.000 a 8.000 cristãos locais e eles vivem em todo o Afeganistão”, disse ele.

Após a conquista da capital do Afeganistão, Cabul, pelo Taleban, os líderes de Christain em todo o mundo estão enviando instruções sobre como os seguidores de Cristo devem orar pelos que correm risco. 

Papa Francisco

Em um discurso no domingo, o Papa Francisco pediu que as pessoas orassem pela paz e segurança dos cidadãos do país.

“Eu me associo à preocupação unânime pela situação no Afeganistão”, disse o pontífice durante seu discurso , de acordo com a Reuters. 

“Peço a todos vocês que rezem comigo ao Deus da paz, para que o clamor das armas cesse e as soluções possam ser encontradas na mesa do diálogo”.

“Só assim a população martirizada daquele país – homens, mulheres, idosos e crianças – poderá voltar para suas casas e viver em paz e segurança em pleno respeito recíproco”, acrescentou.

Portas abertas

A Portas Abertas, uma organização comprometida em ajudar os cristãos perseguidos em todo o mundo, lista o Afeganistão como o segundo pior país do mundo quando se trata de perseguição aos cristãos. 

A organização, que monitora os direitos humanos em mais de 60 países, relata que existe um “pequeno grupo de crentes secretos” cuja vulnerabilidade “aumentou dez vezes”. 

O irmão Samuel, diretor de campo do Portas Abertas para a Ásia, compartilhou uma lista de pontos de oração.

Entre eles está um chamado para orar pelo “pequeno grupo de crentes” no Afeganistão “que está pisando em ovos e não tem certeza em quem confiar”. Cristãos em todo o mundo são incentivados a orar para que os cristãos do Afeganistão possam encontrar “força, sabedoria e paz sobrenatural nas promessas de Deus”.

Também estão sendo solicitadas orações pela proteção de pessoas e famílias deslocadas, pois “uma nova onda de refugiados deverá chegar do Afeganistão a muitas partes do Oriente Médio”.

O Portas Abertas também incentiva os crentes a orar por mulheres e meninas, pois muitos “temem que o governo do Taleban signifique que perderão as oportunidades de educação”. Além disso, as mulheres que estiveram envolvidas na educação durante anos também podem estar em risco. 

Subnotificado pela mídia internacional é que os casers COVID-19 estão disparando no país e os hospitais são limitados no que podem oferecer, observa o Portas Abertas. Os cristãos são incentivados a orar para que o sistema de saúde do Afeganistão não entre em colapso sob o Talibã. 

O último ponto é a necessidade de orar para que o Afeganistão não se torne um “refúgio para extremistas”.

“O governo do Taleban de 20 anos atrás é conhecido como facilitadores de organizações islâmicas extremistas”, afirma o relatório do Portas Abertas. “Com seu recém-descoberto controle sobre o Afeganistão, o país pode abrigar uma nova geração de grupos terroristas.”

Megachurches

As megaigrejas populares da cidade de Nova York, o Tabernáculo de Brooklyn e a Igreja Time Square, convidaram seus membros a orar pelo Afeganistão. 

“No meio da turbulência e do sofrimento na nação do Afeganistão agora, pedimos que você se junte a nós em oração pelo povo afegão”, The Brooklyn Tabernacle, liderado pelo pastor sênior Jim Cymbala, compartilhado no Instagram na quarta-feira.

“Ajude-nos a orar também por sabedoria para nossos líderes de governo; a proteção de Deus sobre os trabalhadores humanitários lá, nossas tropas e todos que estão esperando para deixar o país; e especialmente para que o evangelho da paz possa se espalhar e mudar corações, trazendo conforto e paz para o povo do Afeganistão e em todo o nosso mundo. “

O pastor sênior da Igreja de Times Square, Tim Dilena, compartilhou um vídeo sobre como os crentes podem se levantar e “orar por nossos irmãos e irmãs ao redor do mundo durante estes tempos difíceis”.

A Igreja da Times Square é chamada para ser “uma igreja para as nações”. 

“Quando algo trágico acontece ao redor do mundo, sentimos profundamente”, disse Dilena. “Dos tumultos na África do Sul ao terremoto de magnitude 7,2 no Haiti que ceifou 1.300 vidas e agora o caos e a devastação no Afeganistão.”Darlene Zschech , uma líder de louvor de renome mundial e pastor da Igreja One Hope Unlimited com locais na Austrália, América e Índia, também pediu aos membros de sua igreja que orassem compartilhando uma foto de afegãos amontoados em um avião em busca de refúgio no Instagram . “Afeganistão. O desespero que esta foto representa é difícil de ver, e o que as pessoas deixadas para trás enfrentarão é ainda mais difícil de compreender, então vamos continuar a reservar um tempo diário para ORAR “, escreveu o cantor de” Em Nome de Jesus “.” Pois mesmo que haja muito que não podemos fazer, a parceria com Deus em oração é algo que PODEMOS fazer. Vamos.”

Christine Caine

A autora cristã e fundadora da organização anti-tráfico de pessoas, a Campanha A21, Christine Caine, usou sua plataforma online para compartilhar uma mensagem que foi enviada para alguém no Afeganistão. 

“No momento, estamos orando desesperadamente pelos amigos no terreno do movimento da igreja doméstica no Afeganistão, para onde o Talibã está vindo atrás de todos os cristãos”, dizia a mensagem .

“A coragem deles é imensa – a maioria espera ver Jesus cara a cara nas próximas 2 semanas. É um poderoso lembrete agora do que importa – fazer cada oportunidade valer para a eternidade”, dizia a mensagem .

Caine disse a seus seguidores que seu coração está partido pelo que está acontecendo no Afeganistão, acrescentando que ela não consegue parar de pensar na frase da mensagem que “muitos esperam encontrar Jesus cara a cara nas próximas duas semanas”. 

“As imagens que estamos vendo são angustiantes”, acrescentou ela. “As ramificações para as mulheres são horríveis. Recebi um e-mail, este parágrafo em particular me levou às lágrimas. Devemos orar e também dar e defender. Faça sua pesquisa e encontre organizações confiáveis ​​que você possa apoiar na prática. Além disso, mesmo que possa parecer fútil para alguns, ore. É importante. Realmente importa. “

Michael Curry 

O Rev. Michael Curry, bispo presidente da Igreja Episcopal, também compartilhou uma oração. 

“Deus eterno, ouça nossa oração pelos povos do Afeganistão. Há uma profunda crise humanitária. Inúmeras pessoas , principalmente mulheres e crianças, estão fugindo e estão vulneráveis. A vida de muitos agora está em perigo”, orou Curry.

“As esperanças de muitos foram perdidas. Envie seu Espírito, Senhor, para reunir a determinação das nações da terra para encontrar caminhos para salvar vidas humanas, proteger os direitos humanos e resolver as dificuldades daqueles que buscam refúgio, asilo e segurança . Ouça nossa oração pelos povos do Afeganistão. Isso nós oramos como seguidores de Jesus, o Príncipe da Paz. Amém. “

Kim Walker-Smith 

O líder de adoração Kim Walker-Smith do Jesus Culture postou uma lista de vários pontos para orar pela igreja do Afeganistão.

A cantora usou as Escrituras para ajudar a orientar seus pontos. 

O primeiro ponto que ela destacou é “ousadia”. 

“Repita a oração da igreja primitiva em Atos 4:29: ‘Agora, Senhor, considera as ameaças deles e capacita os teus servos a falarem a tua palavra com grande ousadia!’”

Ela também pediu aos crentes que orassem pela “proteção” de “muitos missionários, pastores e líderes” que estão “presos com os aeroportos fechados, as fronteiras fechadas e sem saída!”

“O céu autorizou dois jailbreaks no livro de Atos”, escreveu ela. “Vamos orar por intervenções celestiais e angelicais HOJE! Ore pelos encontros de Saul a Paulo pelo Talibã!” 

Ela também pediu orações por “unidade”.

“Ore para que a igreja na América e no mundo sejam UNIDAS em ORAÇÃO e APOIO pelos crentes no Afeganistão”, escreveu ela. “Esta NÃO é uma questão política partidária. Esta é uma questão do REINO UNIDO.”

Walker-Smith também pediu aos cristãos que orassem por “avivamento”. 

“Ore para que a igreja clandestina continue a CRESCER e A EXPANDIR nestes dias!” ela aconselhou. “Ore por uma nova onda de REVIVAL se espalhar como um incêndio em todo o Oriente Médio!”

Por fim, ela pediu às pessoas que orassem para que Deus fosse glorificado. 

“Ele é o governante do céu e da terra. Ele é o Rei dos reis e o Senhor dos senhores. Nenhum poder ou mal na terra pode se comparar ao Seu poder”, afirmou ela. “Ore para que ele seja glorificado ENQUANTO O MUNDO ASSISTA!”