Siga nossas redes sociais

Destaques

Nunes sanciona lei que inclui nome de igreja ao da Praça Olavo Bilac, no Centro de SP; moradores reclamam da mudança

Published

on

foto reprodução internet

Alteração do nome para ‘Praça Olavo Bilac – Igreja Quadrangular’ foi aprovada pela Câmara Municipal, mas frequentadores alegam falta de participação pública na decisão. Prefeitura diz que não há impedimento legal para renomeação.

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), sancionou neste sábado (27) uma lei que modifica o nome da Praça Olavo Bilac, um local centenário, no Centro da capital. Com a alteração, ela passa a se chamar “Olavo Bilac – Igreja Quadrangular”.

A novidade não agradou os moradores nem os frequentadores da região, que afirmam não ter sido consultados pelo poder público sobre a alteração.

“O problema é o seguinte, eles nunca ajudaram em nada aqui, pra fazer qualquer coisa. Se eles ajudassem, não teria problema, mas eles nunca ajudaram, por que vai mudar o nome da praça?” questionou Carlos Oliveira, responsável pela manutenção do local.

Seu Carlos, como é conhecido pelos frequentadores da praça, se refere à Igreja Quadrangular, presente na região desde 1968. De acordo com ele, outra instituição religiosa que também tem sua frente voltada para o local, a Igreja Anglicana, estabelecida ali em 1955, já ajudou no cuidado das plantas e no armazenamento de materiais, mas não teve o nome incluso na placa.

O espaço ganhou o nome Olavo Bilac em 1919, como forma de homenagear o jornalista e escritor de mesmo nome, um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras, que havia morrido no ano anterior.https://62ac229cecae9fe38097f6cccd728232.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

“A praça é Olavo Bilac. Fazer dela Olavo Bilac – Igreja Quadrangular… vai continuar Olavo Bilac”, diz Magda Mazzalli, frequentadora da Praça. “Eu não gostei nem um pouco, eu acho que não tem um propósito”, afirma.

A estilista Marcela Ferreira, moradora da região, diz que o local está se tornando cada vez mais movimentado, principalmente após a designação de um espaço para os animais de estimação brincarem. “A gente vê que a praça tá ficando bem mais legal, tão vindo pessoas de outros bairros passear, trazer a família, fazer piquenique”, contou.

Segundo Ferreira, os frequentadores da área estão organizando um abaixo-assinado para que a mudança aprovada por Nunes não ocorra.

Em nota, a prefeitura da capital afirmou que a troca de nomes de ruas, praças e outros locais públicos é feita pela Câmara Municipal e que não há nenhum impedimento legal para a realização da mudança.

O pastor David Rodrigues, representante da Igreja Quadrangular situada em frente à praça, disse que a instituição religiosa não pediu para ter seu nome colocado no local e que a mudança se trata de uma homenagem prestada pelos vereadores.

Fonte:https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/