Siga nossas redes sociais

Variedades

“Teatro” disponível em áudio e vídeo é o lançamento de Arthur de Jesus que confronta e traz reflexão

Published

on

Compartilhe

Arthur de Jesus, cantor paulista,  lança “Teatro”, canção que faz parte do EP “Lado B” gravado em 2015, relançado agora em 2021.

O novo “Lado B” vem com nova roupagem, novos arranjos e sonoridades. O álbum que tinha 6 (seis) “Alvo Perfeito”, “Seu Jardim”, “Teatro”, “Olharei para os Montes”, “Sou Nascido” e “Palavras e Partidas” virá desta vez, com 9 músicas, as seis do EP original e três inéditas.

“Olharei para os Montes” feat PG foi a primeira canção, deste projeto, disponibilizada nas plataformas digitais em dezembro de 2020. A canção autoral é inspirada no Salmos 139:1-3, um rock n’roll clássico que versa sobre a entrega e a confiança naquele que nos criou e nos conhece. Um rock marcado pelo uso de distorções, um som potente ditado por riffs agressivos, com as vozes marcantes de Arthur, combinada com os drives sonoros de PG, tanto a primeira versão quanto a nova produção com novos arranjos e sonoridade foi assinada por Flávio Souza.

“Passos”, lançado no início de 2021, foi o segundo single do EP “Lado B”, e o primeiro inédito do projeto.

Um classic rock com pegada moderna, com som com pegada forte e riffs marcantes, que versa sobre a entrega de Jesus, que deu sua vida por amor a nós, e nos mostrou sobre o que é justiça, e como ser justo.

A canção tem a composição, arranjos e a produção musical assinadas pelo próprio Arthur.

“Olhe Além – All a Live”, lançamento anterior de Arthur de Jesus, canção inédita na versão ao vivo, é uma balada rock gravada ao vivo, apenas no teclado e voz, ainda conta com a participação de Di Lining, guitarrista e um dos vocais da Supernova, e Flávio Souza no teclado e produção musical.

A canção conta com um videoclipe já disponível no canal de vídeos do cantor, com produção de Adilson Borges

“Teatro”, o mais recente lançamento de Arthur de Jesus, é um rock progressivo, que mistura a pegada do rock and roll com uma introdução que nos remete ao tango argentino, com uma letra forte e crítica. O clipe nos apresenta bem essa mistura de rock progressivo, jazz, tango e artes cênicas.

“E ao fechar da cortina a luz agora já não brilha/E retirando a maquiagem o espelho me revela quem sou/Com a água que não reguei o meu jardim hoje me afogo/Vendendo o perdão, a quem de graça foi dado pela graça/que agora sem graça me vejo a roubar/Vendendo o perdão, a quem de graça foi dado pela graça/que agora sem graça me vejo a roubar”, diz a canção autoral que confronta e chama a reflexão.

“A palavra afirma que quem ama confronta e corrige. Isso serve não só em relação ao outro, bem como a nós mesmos, precisamos refletir e entender que nossas atitudes, que podem agradar a nós mesmos nem sempre agrada a Deus, e reconhecer essa verdade às vezes dói. Já dizia Agostinho de Hipona, conhecido como Santo Agostinho: ‘As pessoas costumam amar a verdade quando esta as ilumina, porém tendem a odiá-la quando as confronta’

Não podemos deixar de confrontar ou corrigir nossas atitudes, e essa canção é uma reflexão que te chama a fazer isso  sempre que necessário, porque você pode manter o teatro para fora de si, e enganar aos outros, mas a si mesmo você não engana e muito menos a Cristo” declara o cantor.

A canção está disponível, em áudio, e em todas as plataformas de streaming de música e em vídeo no canal do cantor.

Assista a “Teatro” no Youtube

Continue Reading
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *