Siga nossas redes sociais

Destaques

Cientistas descobrem que Edom realmente existiu na época e no local descritos pela Bíblia

Published

on

Compartilhe

Segundo a Bíblia, Esaú, filho mais velho de Isaque, foi o fundador do reino de Edom, entre os séculos 12 e 11 a.C.. Pesquisadores israelenses descobriram evidências de que fato esse reino existiu.

Edom estava localizada na Transjordânia, fazendo fronteira com Moabe a nordeste, Arava a oeste e o deserto da Arábia a sul e leste. Os relatos bíblicos dizem que aquela terra era muito próspera antes mesmo de haver reis em Israel.

Até o descobrimento recente, não havia nenhuma evidência de que aquela sociedade realmente existiu, até que um estudo publicado na revista científica PLOS ONE por uma equipe de cientistas israelenses e americanos conseguiu provas sobre a veracidade do relato bíblico.

O professor Ben-Yosef, da Universidade de Tel Aviv, do Central Timna Valley Project, explicou que sua equipe usou tecnologia com proxy dos processos sociais para identificar e caracterizar o surgimento do reino de Edom. “Nossos resultados provam que aconteceu antes do que se pensava anteriormente e de acordo com a descrição bíblica”, disse ele.

Com apoio do professor Tom Levy, da Universidade da Califórnia, a equipe de pesquisadores foi até o deserto de Arava e conseguiram descobrir a riqueza de Edom: o cobre.

Por ser rico neste elemento, Edom não só existia, como também era uma nação rica e poderosa tecnologicamente para comercializar esse produto.

Isso foi possível afirmar através da análise do resíduo restante da extração de cobre. “Com técnicas avançadas de análise química, análise arqueológica e investigação microscópica, conseguimos entender como as pessoas estavam produzindo cobre e se era organizado por um corpo central de pessoas. Os resultados são surpreendentes e eles nos indicam que algo grande estava acontecendo muito cedo, pelo menos no século 11 a.C.”, revelou o professor Ben-Yosef à CBN News.

O material analisado é datado de 300 anos antes do que era esperado, o que equivale ao relato bíblico de Edom existir antes de qualquer rei governar Israel.  O fato do cobre ser utilizado em armas e ferramentas agrícolas faz os pesquisadores afirmarem que ali existia um reino forte.

Outro dado descoberto na pesquisa é que o rei do Egito, o faraó Sisaque I, no século 10 a.C. teria ensinado a tecnologia de cobre para os edomitas, fazendo com que a região sofresse uma grande transformação.

O Egito comprava cobre dos edomitas, por isso tinha interesse em aprimorar as técnicas da indústria para poder receber mais material, provocando assim inovações tecnológicas por toda a região.

Ben-Yousef está satisfeito com a descoberta, pois prova que outros arqueólogos estavam errados sobre Arava. “As nossas descobertas são consistentes com a história bíblica de que havia um reino edomita aqui”, declarou.

Redação: Exibir Gospel