Siga nossas redes sociais

Família

Ministério da Mulher acusa escola de expor alunos a “conceitos comunistas”

Published

on

Compartilhe

O Colégio Municipal Getúlio Vargas da cidade Resende (RJ) recebeu uma denúncia enviada pelo Ministério da Mulher, da Família e Direitos Humanos (MMFDH) por expor os alunos a “conceitos comunistas”.

O diretor da escola, Paulo Henrique Nogueira, recebeu a intimação em 18 de novembro e quatro dias depois esteve na Polícia Civil para prestar depoimento.

Segundo o professor de História Marcelo Klein, a denúncia “distorce o conteúdo que é ensinado na escola, sobre materialismo científico, sobre sexualidade”.

O MMFDH recebeu uma denúncia anônima dizendo que a escola “está expondo os adolescentes aos conceitos comunistas, induzindo sua ideologia política. Além de também pregar ensinamentos de ideologia de gênero”.

A Pasta comandada por Damares Alves tratou de tentar entender o que estava acontecendo na escola.

A coluna de Chico Alves no UOL procurou o MMFDH para esclarecer o ocorrido e a resposta foi que as denúncias feitas pelo Disque 100 e Ligue 180 são sigilosas, sendo assim nenhuma informação sobre elas podem ser transmitidas.

O professor Klein disse ao UOL que o “pensamento marxista” é ensinado aos alunos ao lado do pensamento liberal. “Trabalhamos a experiência da União Soviética, assim como as experiências do capitalismo na Inglaterra e nos Estados Unidos”, completou.

O Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do Rio de Janeiro fará um ato de repúdio contra o MMFDH nos próximos dias.

Por : Leiliane Lopes