Siga nossas redes sociais

Destaques

Líderes cristãos de Moçambique são ameaçados por ataques de grupos terroristas

Published

on

Compartilhe

Os ataques aconteceram a província de Niassa e coloca a igreja sob alvo de grupos extremistas que estão se estabelecendo em densas florestas do leste da província

Novos ataques na província de Niassa, no norte de Moçambique, afetam líderes religiosos locais. A presença de forças de segurança dos Países em Desenvolvimento da África Austral (SADC – sigla em inglês) e do Ruanda na província de Cabo Delgado parece ser eficaz. No entanto, isso fez com que a insurgência se reagrupasse e se mudasse para a província vizinha. O site de notícias local Clube de Moçambique escreve que ‘grupos terroristas atacaram aldeias no distrito de Mecula, na província de Niassa, no norte de Moçambique”.

Os insurgentes entraram na província vindos de Cabo Delgado depois de aparentemente sofrerem pesadas perdas nas mãos de forças de segurança locais e estrangeiras. Eles roubaram medicamentos e queimaram duas casas no distrito de Mecula.

É provável que os insurgentes tenham estabelecido novas bases nas densas florestas do leste do Niassa.

Um parceiro da Portas Abertas no norte de Moçambique escreveu: “Meus colegas em Mecula, estão preocupados com esta situação. O governo está trabalhando duro para parar a insegurança, louvado seja o Senhor por isso. Os insurgentes estão fugindo de Cabo Delgado. Continue orando pelo governo forças enquanto fazem seu trabalho. “

Nosso parceiro explicou ainda que os ataques ocorreram em uma área de reserva de vida selvagem, o que significa que as pessoas deslocadas terão que lutar contra os animais selvagens enquanto eles fogem e procuram segurança. Os turistas foram evacuados e muitas pessoas estão preocupadas com o impacto desses ataques na economia local e em seus meios de subsistência. “Em geral, as pessoas estão sofrendo muito e precisam de apoio em oração fervorosa”, diz ele.

Ore por Moçambique

  • Ore para que a paz volte ao norte de Moçambique.
  • Clame a Deus para que as forças de segurança e o governo de Moçambique continuem a procurar soluções de forma diligente e transparente para o agravamento da crise de segurança no norte de Moçambique.
  • Ore pelos pastores e igrejas que estão ministrando aos deslocados, que o Espírito de Deus se aproxime deles.