Siga nossas redes sociais

Entretenimento

“Mostra-me o Pai”segue mais uma semana nos cinemas após ser visto por milhares de pessoas

Published

on

Alex Kendrick é um dos responsáveis por "Mostra-me o Pai" | Foto: Divulgação
Compartilhe

Nova produção dos irmãos Kendrick traz histórias reais que emocionaram o público

Em cartaz nos cinemas brasileiros desde o dia 02 de dezembro, o filme “Mostra-me o Pai” vem emocionando plateias por onde passa. Nova produção dos irmãos Kendrick, que assinam projetos de sucesso, como “Quarto de Guerra”, “Corajosos” e “Mais Que Vencedores”, o longa segue por mais uma semana em exibição.Tocando no tema da paternidade e mostrando o quanto a presença ou a ausência da figura paterna pode ter fortes reflexos na construção da identidade do ser humano, “Mostra-me o Pai” traz cinco histórias reais impactantes e que podem se parecer muito com a sua ou com a de alguém que você conhece.
Uma dessas histórias é a do autor e locutor Jim Daly, que sofreu com um pai abusivo e chegou a viver em sete casas diferentes fugindo do pai. Hoje, ele é presidente da Focus on the Family, uma instituição cristã com quase 50 anos de existência situada no Colorado (EUA) e que oferece programas de apoio às famílias. Só no último ano, a Focus on the Family já ajudou quase 700 mil mães e pais a restaurarem o relacionamento com seus filhos.

Outro personagem importante no longa é o ex-treinador de futebol americano Sherman Smith, que já jogou ao lado do Seattle Seahawks e do San Diego Chargers. Seu exemplo impactou a vida de vários jogadores, especialmente a de Deland McCullough, que chegou a disputar a Liga Nacional de Futebol (NFL).

O filme ainda traz o testemunhal de Larry Kendrick, pai de Alex, Stephen e Shannon Kendrick e que foi grande influenciador na vida e na carreira dos diretores, que sempre inserem personagens em seus filmes que, de certa forma, são inspirados no pai.