Siga nossas redes sociais

Destaques

500 cristãos de Gaza celebrarão o Natal em Jerusalém Oriental

Published

on

Compartilhe

Durante as férias de Natal, 500  cristãos de Gaza terão permissão para entrar em Jerusalém Oriental, Judéia e Samaria para visitar suas famílias. A informação foi dada pelo  Coordenador de Atividades Governamentais nos Territórios, Major General Rassan Alian.

Além disso, cerca de 200 cristãos que vivem em Gaza terão permissão para viajar para o exterior durante as férias.

Segundo informações do Jerusalem Post, há entre  1.000 e 1.300 cristãos que vivem em Gaza, no meio de pouco mais de 2 milhões de muçulmanos.

Todos os anos esses crentes recebem permissão para comemorar o nascimento de Jesus, mas em 2020, por conta da pandemia de Covid-19, as festividades natalinas foram suspensas.

Este ano, porém, com a redução das restrições, será possível permitir que eles celebrem o Natal. “Continuaremos nosso trabalho em prol da liberdade de culto e religião entre os diferentes setores e confissões da região”, declarou Alian.

O general participou de um encontro no final de novembro com líderes da comunidade cristã, com  o embaixador do Vaticano em Israel, e com o chefe da Administração Civil, Brigadeiro General Fares Atila, para poder liberar a entrada desses cristãos que moram em Gaza.

Israel concedeu autorizações semelhantes aos habitantes de Gaza no passado, mas as viagens foram completamente restritas no ano passado devido à crise do COVID-19 . O movimento para fora de Gaza foi ainda mais restrito desde a escalada entre o Hamas e Israel em maio, embora o país tenha começado a relaxar algumas dessas medidas nos últimos meses.

Por: Leiliane Lopes

Continue Reading
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.