Siga nossas redes sociais

Destaques

Universidade pagará 1,9 milhão por discriminação contra grupos cristãos

Published

on

Compartilhe

Quatro anos após ser processada por expulsar organizações cristãs do campus, a Universidade de Iowa, Estados Unidos, foi condenada a pagar uma indenização de quase US$ 2 milhões.

A decisão em favor dos grupos cristãos Líderes Empresariais em Cristo (BLinC) e InterVarsity Christian Fellowship, foi definida pelo Conselho de Apelação do Estado de Iowa na semana passada.

Tudo começou quando um estudante gay foi recusado no grupo BLinC por não aceitar fazer a declaração de crença que afirma a visão tradicional e bíblica sobre casamento e sexualidade.

A Universidade de Iowa tentou forçar a instituição cristã a mudar sua crença, o que não aconteceu. Por não aceitar mudar seu posicionamento bíblico, o grupo foi expulso do campus.

Mas na decisão da Justiça, os grupos cristãos – representados pela Becket Fund for Religious Liberty, têm seus direitos garantidos pela Constituição dos EUA e pela política de direitos humanos que proíbe a discriminação com base na religião, orientação sexual e identidade de gênero, entre outras classes.

“Os administradores da Universidade de Iowa discriminaram grupos de estudantes religiosos. A lei é clara: as organizações estatais não podem direcionar grupos religiosos para tratamento diferenciado ou reter um benefício disponível apenas por serem religiosas”, escreveu o juiz Jonathan A. Kobes.

Fonte: Christian Headlines

Continue Reading
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *