Siga nossas redes sociais

Destaques

Novo presidente do Chile considera Israel “um estado genocida e assassino”

Published

on

Compartilhe

Eleito com 56% dos votos, o novo presidente do Chile, Gabriel Boric, já se posicionou contra Israel, reafirmando sua posição enquanto líder da esquerda política que tem grande apresso pelo antissemitismo.

Em entrevistas durante a campanha, ele disse e reafirmou que considera Israel “um estado genocida e assassino”.

A fala foi citada pela CBN News em um artigo que mostra preocupação com o futuro do país sul-americano que caminha a passos largos para o comunismo.

“Gabriel Boric agora levará seu país completamente para o campo dos marxistas que governam a maior parte de nosso hemisfério, e ele pretende assumir o resto no próximo ano”, disse Frank Gaffney Jr., fundador e CEO do Center for Security Policy.

Gaffney escreveu em seu site que as transformações fundamentais para a implantação desse regime de governo envolvem vários passos, como a reescrita da Constituição Nacional, a expropriação estatal de setores-chave e a redistribuição de riqueza e propriedade.

Para o site da Security Policy, a vitória de Boric deve ser sentida em toda a América Latina, onde as divisões ideológicas têm crescido em meio à pandemia do coronavírus, que reverteu uma década de ganhos econômicos, expôs deficiências de longa data na saúde e aprofundou a desigualdade.

Fonte: CBN NEWS