Siga nossas redes sociais

Destaques

Morre de Covid pastor do RN que se recusou a tomar vacina

Published

on

Compartilhe

Líder da Congregação Centenário, da Assembleia de Deus, dizia não ver necessidade de se imunizar. Ele tinha 59 anos e estava internado desde dezembro

O pastor Paulo Eduardo de Lima, que comandava a Congregação Centenário, da igreja Assembleia de Deus, em Natal (RN), morreu em decorrência da Covid-19 nesta terça-feira (4), após se recusar a tomar a vacina que previne formas graves da Síndrome Respiratória Aguda Grave provocada pelo coronavírus Sars-Cov-2. Ele tinha 59 anos e estava internado no Hospital dos Pescadores, na capital potiguar, desde de dezembro.

Segundo informações divulgadas pelo Portal Grande Ponto, amigos do religioso e fiéis da igreja chefiada por ele disseram que Lima se recusava a receber os imunizantes que previnem a Covid-19 alegando que “não via necessidade de se vacinar”. As mesmas fontes afirmaram que o pastor era diabético e hipertenso, condições crônicas de saúde que pioram o quadro de infecção promovido pelo vírus.

“Um ser humano como eu não tinha conhecido. Bom, cuidadoso com todos, visitava e cuidava de todos, não media esforços para cuidar das ovelhas e de todos que ele sabia que precisavam”, escreveu Vilma Nunes. “Quem dera todos os pastores fossem iguais a ele: um pastor prestativo, que nunca esquecia de visitar suas ovelhas”, escreveu um seguidor de Lima nas redes sociais.

Já a congregação da qual fazia parte emitiu uma nota oficial sobre o falecimento de seu integrante e nela afirmou que “fica-nos a saudade de um companheiro humilde e amável, atenuada somente pela viva esperança do glorioso nosso almejado encontro na eternidade”.

Fonte: Revista Forum