Siga nossas redes sociais

Destaques

Covid-19: hospitais no Brasil “deverão entrar em colapso em uma semana”, diz especialista

Published

on

Imagem: Divulgação/Ludhmila Hajjar
Compartilhe

O aumento exponencial de casos de Covid-19 com a chegada da variante Ômicron pode fazer os hospitais entrarem em colapso no Brasil dentro de uma semana. A análise é da médica Ludhmila Hajjar, em entrevista ao O GLOBO.

Segundo a especialista, a falta de testes dificulta que o Brasil consiga ter uma noção real do quão expressivo é o aumento da taxa de contaminação. Nos Estados Unidos e na Europa, por exemplo, esses números já aparecem de forma mais concreta. 

Hajjar publicou mais de 31 artigos sobre o tema desde o começo da pandemia e atua no Hospital das Clínicas, em São Paulo, e na Rede D’Or. A médica chegou a ser convidada pelo presidente Jair Bolsonaro para ser ministra da saúde após a saída de Eduardo Pazuello, mas recusou a oferta.

Brasil e o colapso da Covid-19

“Pelo ritmo que estamos vendo, em uma semana os  sistemas de saúde deverão entrar em colapso no Brasil. O número de infecções aumentará mais ainda nos ambulatórios e provavelmente faltarão mais profissionais da saúde no combate”, explicou a médica citando ainda a contaminação de profissionais de saúde. “Muitos de nós seremos infectados. De uma forma mais branda em relação ao que se viu há um ano, quando não havia imunizantes no Brasil. Mesmo assim, seremos afastados”, completou. 

Hajjar ainda falou que os casos graves de Covid-19 são justamente de não vacinados e que o imunizante é fundamental para conter a pandemia. “As UTIs estão atualmente só com casos de Covid entre os não vacinados. Os imunizados dificilmente passam pelo atendimento ambulatorial”, explicou.

A médica comentou ainda sobre a necessidade de autoteste do Covid-19 para controlar o número de infectados no Brasil. “O Ministério da Saúde deverá finalmente pedir a liberação desses exames à Anvisa, mas deveria ter feito isso antes. Se os testes caseiros estivessem sendo usados, muito possivelmente não estaríamos vivendo o que estamos vivendo. Eles precisam ser de boa qualidade, ter boas marcas, claro”, finalizou.

Continue Reading
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.