Siga nossas redes sociais

Destaques

CIEADEP reafirma que Paulo Marcelo não pode apoiar Lula em nome das Assembleias

Published

on

Compartilhe

Pelas redes sociais, Paulo Marcelo Shallenberger tem se denominado representante das Assembleias de Deus em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Inclusive, Paulo será o primeiro entrevista do podcast que o Partido dos Trabalhadores pretende lançar para atrair o eleitorado evangélico.

Dizendo que vai “adotar a linguagem pentecostal” na campanha de Lula, Paulo foi recentemente confrontado pela Convenção das Igrejas Evangélicas Assembleia de Deus do Estado do Paraná (CIEADEP) que através de uma nota esclareceu que Shallenberg perdeu os direitos eclesiásticos em 2019.

Cinco anos antes de perder seus direitos eclesiásticos, o então pastor foi preso com arma, munições e drogas na cidade de Foz do Iguaçu. Após a detenção, Schallenberger pagou fiança e foi liberado.

CGADB também nega relação com o ex-pastor

Assembleia de Deus do Ministério Belém em São Paulo também publicou um comunicado oficial nas redes sociais informando que o pastor Paulo Marcelo Schallenberger não é membro da igreja, e nem faz parte da Convenção das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB).

Fonte : Redação Exibir