Siga nossas redes sociais

Negócios

Ao lançar recurso de vídeos curtos no Facebook, Meta acena com mais lucros para criadores

Published

on

Compartilhe

Reels, que chegou primeiro no Instagram, foi lançado no Facebook para aumentar disputa por audiência com TikTok

Meta, empresa dona do Facebook, anunciou o lançamento do Reels dentro do aplicativo da rede social para todos os usuários de iOS e Android em mais de 150 países, incluindo o Brasil.

Para anunciar o novo recurso, a plataforma criada por Mark Zuckerberg procurou seduzir os usuários destacando as oportunidades de monetização de conteúdo.

O “clone do TikTok” chega ao Facebook com muitas ferramentas de edição já existentes no concorrente, além de novas maneiras de compartilhar o conteúdo de forma integrada com as demais plataformas da empresa.

Facebook Reels X TikTok

Vídeos são os preferidos da audiência da Meta: metade do tempo gasto no Facebook e Instagram é com esse tipo de conteúdo. Por isso, a aposta é grande no Facebook Reels — formato que, segundo a empresa, é o que mais cresce.

A ideia de vídeos curtos, porém, foi difundida pelo aplicativo rival TikTok. Enquanto o Reels chegou ao Instagram somente em 2019, o TikTok foi lançado em 2016.

O Facebook Reels foi liberado em setembro de 2021, mas apenas de forma limitada aos Estados Unidos antes de ficar disponível para o restante do mundo a partir deste mês.

Tanto no app chinês quanto no Reels, a ideia é fazer vídeos curtos que possam ser editados dentro do aplicativo.

O boom se deu por causa de edições criativas, que adicionam músicas hits do momento ou áudios famosos, como os de memes usados em novas dublagens virais.

O conteúdo pode ser filmado no próprio aplicativo ou criado a partir da edição de uploads de vídeos e fotos da biblioteca do celular. Há também a possibilidade de fazer colagens com vídeos já publicados por outros usuários e compartilhar vídeos de até 60 segundos de duração.

No Instagram e no Facebook, o Reels aparece em um feed exclusivo para o formato e o usuário precisar clicar na aba para acessar uma timeline somente de vídeos.

Novas maneiras de se ganhar dinheiro com o Facebook Reels

O lançamento do Reels no Facebook quer, segundo a empresa, dar mais oportunidades dos criadores de conteúdo ganharem dinheiro com esse formato.

Duas formas de publicidade que serão monetizáveis sem interromper a experiência do usuário em assistir o vídeo foram anunciadas: o anúncio em banner, que mostrará a publicidade semitransparente na parte inferior do Reel, e o anúncio em figurinha, “que pode ser colocado pelo criador em qualquer lugar” do vídeo.

Esses anúncios sem interrupções permitem que os criadores ganhem parte da receita gerada, informou a Meta.

As novas opções de publicidade estão disponíveis para os influenciadores dos Estados Unidos, Canadá e México, e devem chegar para mais países nas próximas semanas.

A Meta também está lançando uma maneira para os seguidores doarem diretamente aos criadores dentro do vídeo que estiverem assistindo — o Stars.

Tanto os anúncios em banner quanto o Stars são projetados para que, à medida que mais pessoas visualizem e se envolvam com os Reels no Facebook, os pagamentos dos criadores possam aumentar.

Outra sinalização do compromisso do Facebook em disputar a audiência com os concorrentes é que a empresa planeja levar o Reels Play, seu programa de monetização de vídeos curtos, para mais países além dos Estados Unidos.

“Estamos criando uma variedade de oportunidades para os criadores ganharem dinheiro com seus Reels.

Nosso programa de bônus Reels Play, parte de nosso investimento de US$ 1 bilhão para criadores, paga aos criadores qualificados até US$ 35 mil por mês com base nas visualizações de seus vídeos.”

Novas opções para a edição de vídeos

Com o Facebook Reels, criadores de conteúdo terão novas ferramentas para a edição de vídeos. 

Muitas delas já existem no TikTok, mas aqui o objetivo da Meta é evitar que os usuários fiquem “pulando” de app em app para finalizar um vídeo: 

  • Remix: será possível “colar” um Reel a outro já existente e compartilhado publicamente no Facebook.
  • Rascunhos: a função ainda será lançada, mas em breve será criar um reel e “salvar como rascunho”, um botão que aparecerá abaixo de Salvar.
  • Video Clipping: nos próximos meses, a Meta deve lançar ferramentas de recorte de vídeo que facilitem este processo para os criadores que publicam vídeos gravados ao vivo ou de longas durações, para testar diferentes formatos.

Reels em diversos lugares 

A Meta também planejar lançar, nas próximas semanas, atualizações do aplicativo do Facebook para difundir e aumentar a visualização dos Reels no Stories do Facebook, no Facebook Watach e em Sugestões de Reels no feed da página inicial.

A empresa ainda pretender explorar maneiras de facilitar que criadores compartilham vídeos no formato Reels tanto para o público do Facebook quanto para o do Instagram, em uma opção de publicação cruzada que envia, ao mesmo tempo, o conteúdo para ambas redes sociais.

Fonte:https://mediatalks.uol.com.br/