Siga nossas redes sociais

Politica

Cármen Lúcia autoriza abertura de inquérito para investigar ministro Milton Ribeiro

Published

on

Compartilhe

Um inquérito pode ser aberto para apurar suspeitas de que o ministro da Educação, Milton Ribeiro, estaria favorecendo pedidos de pastores para liberar recursos do MEC para prefeituras.

A autorização para a abertura desse inquérito foi assinada nesta quinta-feira (24) pela ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), atendendo a um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR).

A investigação, segundo a PGR, vai apurar “se pessoas sem vínculo com o Ministério da Educação atuavam para a liberação de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), vinculado à pasta”.

“Fatos gravíssimos”

Na decisão, Cármen Lúcia diz que tratam-se de “fatos gravíssimos e agressivos à cidadania e à integridade das instituições republicanas”.

Por isso, ela autoriza a apuração dos fatos “com o consequente e necessário aprofundamento da investigação estatal e conclusão sobre o que foi noticiado”.

A Folha de São Paulo publicou na última segunda-feira (21), um áudio do ministro Ribeiro com declarações comprometedoras de que os repasses de verbas só aconteciam para as prefeituras indicadas pelos pastores Gilmar Santos e Arilton Moura.

Redação Exibir Gospel