Siga nossas redes sociais

Destaques

Mendigo de Planaltina é chamado para entrar na política e pastor critica: “Tudo invertido”

Published

on

Compartilhe

A história de uma mulher que teve relações sexuais com um morador de rua e foi flagrada pelo marido se tornou um dos assuntos mais falados no país nas últimas semanas.

Há alguns dias, o portal Metrópoles conseguiu entrevista Givaldo Souza, 48 anos, o mendigo, que impressionou a todos com a sua forma rebuscada de falar.

Com o sucesso nas redes sociais, quatro partidos políticos mostraram interesse em ter Givaldo como filiado para disputar as eleições de outubro.

Ao ler tal notícia, o pastor Lucinho Barreto não escondeu a frustração e usou as redes sociais para lamentar este interesse dos partidos por usar a figura de homem em situação de vulnerabilidade social.

“Tá tudo invertido! Zombam do marido, chamam a mulher de louca e querem transformar um cara sem noção em uma espécie de herói? Como assim? Deputado? Tá de brincadeira!”, comentou.

Lucinho, pastor da Igreja Batista da Lagoinha, declarou que só há uma solução para o país. “O Brasil precisa se voltar urgentemente para Deus porque quanto mais longe dEle ficamos, mais invertidos ficam nossos valores!”.

O convite para política realmente aconteceu?

Quem informou sobre os interesses do partido foi Carlos Barbieri, um dos jornalistas que entrevistou Givaldo. Envolvido com a cobertura política, o profissional da imprensa foi o primeiro a falar sobre o assunto no Metrópoles. Todavia, o nome dos partidos não foram informados, nem se o morador de rua aceitou algum dos convites.

Redação Exibir Gospel