Siga nossas redes sociais

Destaques

Ministério resgata mais de 300 pessoas com deficiência na Ucrânia

Published

on

Compartilhe

O ministério Joni and Friends está resgatando ucranianos com deficiências que estão na zona de guerra. Desde que os ataques russos começaram, eles já resgataram 300 pessoas.

Liderado por Joni Eareckson Tada, o ministério tem foco nas pessoas que assim como ela possuem algum tipo de limitação física.

Joni sofreu um acidente de mergulho e perdeu o movimento das pernas. Sua experiência a fez se preocupar com este grupo de pessoas e hoje seu ministério tem tido grande relevância em meio a guerra.

“Imagine se você é tetraplégico como eu e está em Mariupol sendo bombardeado com ataques de foguetes. Não é como se você pudesse pular da cama, pegar algumas coisas e sair correndo pela porta da frente. Muitas dessas pessoas com deficiência estão presas em prédios de apartamentos e porões”, disse ela.

Hoje Joni conta com o apoio de vários voluntários que atravessam a fronteira procurando por portadores de necessidades especiais.

Um de seus maiores apoios é seu esposo, Galina, que também tem ajudado a encontrar ucranianos procurando por apoio para deixar o país. “Nossas equipes estão procurando por essas pessoas mesmo nas partes mais perigosas do leste da Ucrânia para resgatá-las e trazê-las para a fronteira e para um porto seguro não apenas na Polônia, mas também na Alemanha e na Holanda”, explicou ela para a CBN News.

A construção de um centro para deficientes na Ucrânia chamado “Casa de Joni” teria começado pouco antes da invasão russa, mas a guerra não limitou as atividades do grupo.

Fonte: Joniandfriends.org