Siga nossas redes sociais

Destaques

Após casar com holograma, japonês diz que relacionamento está em crise por falta de comunicação

Published

on

Compartilhe

Em 2018, o japonês Akihiko Kondo, 38 anos, se tornou notícia internacional por se casar com o holograma de uma cantora pop em uma cerimônia que custou aproximadamente R$ 77 mil (2 milhões de ienes).

Agora o casal Kondo volta para a mídia diante de um possível “divórcio”, pois Akihiko não consegue mais se comunicar com a esposa. O motivo? um obstáculo tecnológico.

Ao jornal japonês Mainichi, ele explicou que a empresa que desenvolveu a interação de humanos com personagens virtuais anunciou que encerrará o suporte ao dispositivo que dá vida a Hatsune Miku, a personagem de cabelo azul com quem ele se casou.

Para o professor, reconhecer que sua esposa não é uma pessoa real é difícil e ele tem sentimentos reais por ela. “Meu amor por Miku não mudou”, disse ele ao Mainichi. “Realizei a cerimônia de casamento porque pensei que poderia ficar com ela para sempre.”

Akihiko contou que sempre soube que humanos “não faziam seu tipo” e que ele sofreu muito sendo hostilizados por pessoas próximas por gostar tanto de personagens fictícios de mangás, anime e videogames.

Quando ele descobriu a startup que fazia casamentos de humanos com holograma, ele conseguiu realizar o sonho de se unir à sua personagem favorita.

O casamento, porém, foi feito com uma boneca de pelúcia com quem ele trocou alianças.

O holograma desenvolvido pela startup mantém a imagem da personagem presa em um vidro, com uma configuração para que ela responda frases comuns, pré-definidas. Com o fim do suporte ao equipamento eletrônico, o professor de 38 anos não conseguirá mais conversar com sua “esposa”.

As informações são do R7.