Siga nossas redes sociais

Destaques

Portas Abertas: 44 anos de presença no Brasil

Published

on

Compartilhe

Conheça mais da história da organização que tem engajado os cristãos brasileiros na causa da Igreja Perseguida

O Irmão André, holandês que fundou a Portas Abertas em 1955, costuma dizer que se ele tivesse noção da proporção que o trabalho tomaria mundialmente, não teria dado o primeiro passo. Se Deus o tivesse chamado para dar o pontapé inicial a uma organização internacional, a tarefa pareceria assustadora. Mas, como o Irmão André também diz, Deus geralmente não revela o plano completo, mas cada passo da caminhada. Então ele disse sim ao chamado de fortalecer cristãos que viviam sob a opressão do regime comunista atrás da chamada Cortina de Ferro, no Leste Europeu.

E foi assim que nasceu a Portas Abertas Internacional, que hoje opera com bases de campo e bases de desenvolvimento. O campo é onde estão os cristãos perseguidos e os projetos são realizados. Desenvolvimento são as bases que promovem a divulgação e a coleta de recursos nos países livres. Em 1º de maio de 1978, nasceu a Portas Abertas Brasil, com a missão de expandir a causa da Igreja Perseguida no Brasil e América Latina. E hoje comemora 44 anos.

A colaboração da irmã Elmira Pasquini foi crucial para o estabelecimento do ministério no Brasil, que foi resultado de seus primeiros contatos com o Irmão André na Europa. Após visita do fundador da Portas Abertas ao Brasil, em 1977, o escritório foi aberto na casa da irmã Elmira, em 1978. Recentemente, ela partiu para estar com o Senhor na eternidade e deixou o legado de um ministério que hoje conta com mais de 37 mil parceiros, cerca de 40 colaboradores, 20 prestadores de serviço e quase 600 voluntários em todo o Brasil.

Como a Portas Abertas apoia os cristãos perseguidos?

Atualmente, o trabalho da Portas Abertas é divido em quatro grandes frentes: distribuição de Bíblias e literatura cristã, treinamento, ajuda socioeconômica e ações institucionais. No Relatório de Impacto publicado anualmente, você pode conferir todas as ações que foram realizadas globalmente nessas quatro áreas.

E tudo isso só pode ser realizado com a parceria de irmãos e irmãs brasileiros que entenderam que somos um só corpo e que “quando um membro sofre, todos os outros sofrem com ele; quando um membro é honrado, todos os outros se alegram com ele”, como diz 1Coríntios 12.26.

Como ser parceiro da Portas Abertas?

Todas as pessoas que fazem uma doação para a Portas Abertas se tornam, automaticamente, parceiras desta causa. São nossos parceiros que sustentam e tornam possível o apoio à Igreja Perseguida.

Se você nunca fez uma doação, não deixe para depois! Acesse agora nossa página DOE AGORA, escolha uma campanha e contribua para o fortalecimento dos nossos irmãos. Apesar de ter um valor sugerido para cada campanha, você pode alterar o valor e doar o quanto quiser. Ao doar, você recebe a assinatura da Revista Portas Abertas válida por 12 meses.

Se você doou há mais de 12 meses, o encorajamos a renovar sua parceria, fazendo uma doação e, assim, permitindo a continuidade dos projetos de apoio aos cristãos perseguidos.