Siga nossas redes sociais

Destaques

Suprema Corte dos EUA pode derrubar precedente jurídico que legalizou o aborto naquele país

Published

on

Compartilhe

Nesta segunda-feira (2) vazaram um rascunho da decisão da Suprema Corte dos Estados Unidos sobre o processo que pede a revisão do caso chamado de Roe versus Wade que abriu precedente legal para a legalização do aborto no país em 1973.

O documento de 67 páginas, assinado pelo juiz Samuel Alito, diz que o caso gora é “hora de prestar atenção à Constituição e devolver a questão do aborto aos representantes eleitos do povo”.

Ou seja, ao derrubar a regra que valeu para todos os estados norte-americanos, a Suprema Corte vai determinar que o direito à interrupção da gravidez será decidido nos estados.

“O aborto apresenta uma profunda questão moral. A Constituição não proíbe os cidadãos de cada Estado de regulamentar ou proibir o aborto. Roe e Casey arrogaram essa autoridade. Agora anulamos essas decisões e devolvemos essa autoridade ao povo e seus representantes eleitos”, diz trecho do documento escrito em fevereiro.

A Suprema Corte confirmou que o documento vazado é verdadeiro e foi o suficiente para que vários grupos se posicionaram contra ou a favor da possível decisão.

A rede de clínicas de aborto Planned Parenthood emitiu um comunicado dizendo que o rascunho vazado é “horrível e sem precedentes” e que “confirma nossos piores medos”.

Redação Exibir Gospel