Siga nossas redes sociais

Família

Abortistas prometem protestos nas portas das igrejas católicas nos EUA durante o Dia das Mães

Published

on

Compartilhe

Protestar na porta de igrejas não é uma ação exclusiva dos movimentos de esquerda da América Latina. Para o próximo domingo (8), Dia das Mães, ativistas pró-aborto planejam protestar na porta das igrejas católicas.

Segundo informações do Christian Headlines, as manifestações estão sendo marcas após o vazamento de um relatório da Suprema Corte dos EUA que mostra a opinião prévia dos juízes de derrubar a lei de 1973 que garantiu o aborto para todas as mulheres em todo os Estados Unidos.

O motivo para o protesto ser em frente às igrejas? Os seis juízes conservadores que vão assinar pela revogação da lei federal que garante o aborto são católicos.

Além das igrejas, a própria Suprema Corte pode ser palco para protestos. As casas dos juízes também podem ser atacadas, por isso o policiamento e a segurança foram aumentados ao longo desta semana.

O grupo tem feito campanha pelas redes sociais para convocar ex-cristãos para lutarem pelo aborto.  “Se você é um ‘católico pró-aborto’, ex-católico, de outra ou nenhuma fé, reconheça que seis católicos extremistas decidiram derrubar Roe”, postou no Twitter o grupo organizador pró-aborto Ruth Sent Us. Roe versus Wade é o nome da ação que gerou precedente jurídico para a prática do aborto nos EUA. Grupos feministas também devem reforçar a ideia e espalhar os protestos por várias cidades norte-americanas. Entre eles Bride’s March, Dominican Women’s Development Center, Ni Una Menus e Las 17