Siga nossas redes sociais

Politica

“Evangélico não vota em bloco”, diz Pablo Marçal pré-candidato à Presidência

Published

on

foto reprodução internet
Compartilhe

O empresário e coach Pablo Marçal acredita que será o 39º presidente da República Federativa do Brasil. Apesar de sua ótima condição financeira e bom momento na carreira, o coach disse aos jornalistas na manhã desta sexta-feira (6) que sua entrada para a política é ‘um chamado de Deus’.

Evangélico, o coach messiânico se filiou ao PROS (Partido Republicano da Ordem Social), uma sigla pequena que terá 5 minutos e 10 inserções durante a propaganda eleitoral.

Para aumentar seu poder de TV e rádio, ele precisará fazer alianças com partidos maiores e assim conquistar as massas para poder angariar votos.

“Ninguém governa sozinho”, disse ele durante aos jornalistas, garantindo que já tem apoio de cinco partidos e que conversou com outros 12.

Marçal também falou que não pretende criar estratégia para conquistar o voto dos evangélicos, pois entende que os cristãos são livres e votam de acordo com o que pensam, não como o pastor ou padre orienta.

“Eles não votam naquilo que o pastor fala. Eles são consenso para ser ‘anti’ alguma coisa, isso sim, mas se você falar vote no fulano, eles não obedecem. Se fosse assim, todas as denominações teriam um deputado federal”.

Com pensamento de empresário, Pablo Marçal promete “destravar” o empreendedorismo dos brasileiros e fala em provocar isso logo que ocupar a cadeira do Poder Executivo Nacional.

Redação Exibir Gospel