Siga nossas redes sociais

Destaques

Pastor que chamou fiéis de ‘trastes’ e ‘lixo’ renuncia do cargo de presidente da AD em Campina Grande

Published

on

Compartilhe

O pastor Daniel Nunes da Silva não é mais o  presidente da Assembleia de Deus em Campina Grande (PB) e nem o presidente da Convenção de Ministros da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Campina Grande (COMEAD-CGPB).

Ele renunciou ao cargo nesta quarta-feira (25), semanas após ter gerado grande polêmica no país por ter chamado de ‘lixo’ os assembleianos que mudam de igreja para poder usar calça e brinco.

Em nota, a COMEAD-CGPB disse que o pastor apresentou motivos pessoais e irreversíveis para deixar o comando das instituições. Um culto de despedida será realizado na próxima segunda-feira (30), no Templo Sede da Assembleia de Deus em Campina Grande.

A fala que gerou empasses para o líder religioso foi proferida durante  a 63ª Escola Bíblica de Obreiros (EBO) da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Abreu e Lima (IEADALPE). Enquanto defendia a sã doutrina, Daniel Nunes declarou: “Nesses dias, lá em Campina Grande, chegou dessas igrejas Assembleias de Deus, que está por aí e que aceita tudo, e corre para lá um monte de crente. Mulher que quer usar brinco, quer usar calça arrochada, homem que quer usar cabelo grande, que quer usar maquiagem, homem que quer usar brinco, corre tudo para lá. E eu estava dizendo para os pastores, essas igrejas são uma bênção, porque a gente vem e faz a limpeza nesses trastes, e que está dando trabalho para gente, e fica o que quer ser santo. Leva esses lixos para lá e deixa o que quer ser santo na palavra. Glória a Deus”.

Com a repercussão da fala, o pastor Silas Malafaia chegou a comentar o tema e disse que sua denominação, a Assembleia de Deus Vitória em Cristo (Advec), aceita todas as pessoas. “Olá, povo abençoado de Campina Grande. Eu queria mandar uma mensagem para o povo de Deus desta cidade. Se o pastor te considera um lixo, nós da Advec aprendemos que Jesus recicla lixo”.

O pastor Daniel Nunes até se retratou e pediu desculpas pelo que disse. Não há nenhuma fonte que possa ligar sua renúncia com o caso.

Redação Exibir Gospel