Siga nossas redes sociais

Destaques

‘Siga-me’: muçulmana iraniana vê Jesus em uma visão, abandona o islamismo pelo cristianismo

Published

on

Foto AP/Ebrahim Noroozi
Compartilhe

Uma ex-muçulmana de Teerã, Irã, que imigrou para os Estados Unidos quando criança, revelou recentemente como uma visão de Jesus a tirou de uma vida de caos e dor e entrou em um relacionamento com o Senhor.

Nikta, que não compartilhou seu sobrenome devido a preocupações com a privacidade,  contou ao The Christian Post  sobre sua criação e como ela acabou se rebelando, apesar de ter crescido em um lar fortemente islâmico.

Depois de imigrar para a América, Nikta começou a se interessar muito jovem por álcool e cigarros.

Mais tarde, o trauma agravou seus problemas, e ela se viu envolvida em práticas da Nova Era, como cristais, experimentando pensamentos suicidas e dor emocional ao longo do caminho.

O momento decisivo para Nikta veio quando sua mãe convenceu ela e sua irmã a ir para o Irã em um verão, com sua mãe acreditando que a viagem ajudaria o coração doente de sua filha.

“Eu não quero ir,” Nikta lembra de ter  dito a sua mãe . “Eu realmente não queria ir.”

Mas ela fez a viagem – e foi quando ela disse que Deus apareceu de uma maneira fascinante, derrubando sua vida religiosa e atraindo-a para a fé cristã.

Nikta  disse ao The Christian Post  que teve uma visão de Jesus enquanto estava deitada em um quarto na casa de sua tia no Irã. Nela, Jesus tinha cabelos escuros e compridos e vestia uma túnica azul. Ele estava dentro de uma igreja com vitrais.

“Ele olhou para mim e me comunicou: ‘Siga-me’”, disse Nikta. “Eu não podia ouvi-lo dizer ‘Siga-me’, mas sei que Ele disse isso.”

O momento teve um impacto profundo em Nikta, que foi ao Google procurar imagens de Jesus Cristo e ficou surpresa ao encontrar uma que se parecia exatamente com o que ela viu em sua visão. De repente, a mente de Nikta estava cambaleando. Ela mandou uma mensagem para o namorado, um cristão, e ele se ofereceu para levá-la à igreja quando ela voltasse para casa.

Ao chegar em casa, Nikta mergulhou na fé cristã e foi batizada. Sua família não ficou feliz com sua decisão, com alguns membros questionando por que ela deixaria o Islã.

A certa altura, ela disse que seu pai a repreendeu, a empurrou e começou a pisar em sua cabeça, como o The Christian Post relatou. Ele, como a mãe dela, ficou zangado com a conversão dela.

“Ele estava dizendo: ‘Você não vale nada. Quem você pensa que é? Porque você segue Jesus, você se acha tão especial’”,  disse Nikta Nikta , observando que ela acabou se reconciliando com sua família. “Eles continuaram encontrando maneiras de entrar em contato comigo. Lembro-me de Deus falando comigo um dia depois que todo o abuso aconteceu, e Ele me disse para perdoá-los.”

Ela agora é casada com o já mencionado namorado cristão e tem um filho. Você pode ler mais da história dela  aqui .

Como Faithwire relatou, muitos  muçulmanos proclamaram  que Jesus apareceu para eles em sonhos antes de se converterem ao cristianismo.

Em 2019,  cobrimos a história  de um muçulmano que planejava matar seu primo cristão antes que Jesus aparecesse em um sonho. E o falecido apologista Nabeel Qureshi  frequentemente explicava  como visões e sonhos espirituais o levaram a aceitar Jesus.

Fonte: CBNEWS