Siga nossas redes sociais

Destaques

Líder evangélico grava resposta para Lula que chamou pastores de “farofeiros”

Published

on

Compartilhe

O deputado estadual pela Bahia, pastor Samuel Junior, resolveu responder a um vídeo que circula nas redes sociais onde o ex-presidente Lula chama os pastores de “farofeiros” de forma pejorativa.

“A gente não tem que conversar com pastor. A gente não tem que ficar atrás daquele farofeiro que fala, fala, fala, fala, fala, fala, fala em nome de Deus cometendo pecado todo dia”, diz durante uma entrevista gravada em abril deste ano.

O vídeo vai contra as ações do próprio partido que designou um ex-pastor para tentar aproximar os evangélicos e assim conquistar os votos dos incautos na disputa para voltar à Presidência da República.

Ao defender a farofa, o pastor Samuel Junior faz questão de evidenciar a  aversão do ex-presidente aos evangélicos, grupo que foi importante para garantir a vitória do presidente Jair Bolsonaro nas eleições de 2018.

“Agora, quando você fala de forma pejorativa, chamando pastor de farofeiro, é porque você não sabe o trabalho social que esses homens fazem. Aqui em Salvador, Lula, inclusive, nós temos vários bairros, várias comunidades, que são literalmente dominadas pelo tráfico de drogas, que é o que mais está assustando a gente aqui no nosso estado da Bahia”, defendeu Samuel Junior.

O deputado fez questão de destacar as dificuldades que os religiosos enfrentam nessas áreas onde o Estado não chega, deixando os cidadãos sem os cuidados básicos.

“Você vai lá nesse gueto, às vezes o Estado não consegue chegar, com a nossa briosa Polícia Militar aqui do nosso estado, mas lá você vai encontrar um pastor que está pregando o Evangelho e dizendo que Jesus transforma a vida do homem”, acrescentou o pastor.

A resposta do pastor foi compartilhada pelo vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro.

Redação Exibir Gospel