Siga nossas redes sociais

Destaques

Atletas trans não poderão mais disputar competições de natação contra mulheres

Published

on

Compartilhe

A Federação Internacional de Natação (Fina) anunciou que mulheres trans que não iniciaram a transição de gênero até os 12 anos de idade não poderão participar de competições de elite em categorias femininas.

Dessa forma, todos os atletas que passaram por puberdade masculina não poderão mais participar das competições por questões genéticas que os favoreceram diante das mulheres biológicas.

A mudança foi definida durante o congresso geral extraordinário da Fina, em Budapeste, no último domingo (19), sendo aprovada por 71% dos votos dos 152 membros da federação.

As nadadoras trans que passaram pela puberdade masculina ganharão uma categoria de competições, onde poderão disputar entre si em eventos como o Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos, Campeonato Mundial de Natação e Copa do Mundo de Natação.

Este ano uma atleta trans quebrou recordes femininos e o assunto ganhou manchetes em todo mundo pela diferença física entre a ganhadora e as suas concorrentes. Pelas novas regras, Lia Thomas não poderá competir em eventos internacionais.

Redação Exibir Gospel