Siga nossas redes sociais

Destaques

Professora é demitida por ser contra ideologia de gênero em escola

Published

on

Compartilhe

Uma professora de português da cidade de Cariacica (ES) foi demitida de uma escola municipal por não concordar com o ensino da ideologia de gênero.

A profissional Deivilane da Costa Carvalho não aceitou as orientações da direção da EMEF Álvaro Armeloni e por isso foi desligada do quadro de funcionários da  Secretaria Municipal de Educação.

“Jamais desrespeitei o corpo acadêmico e a direção. A minha posição contrária a uma política de doutrinação no ambiente escolar que envolve ideologia de gênero é o real motivo acobertado por aqueles que pediram minha demissão. A diretoria me viu como uma ameaça ao que eles estão implantando no colégio”, disse a professora.

Deivilane lecionava para crianças de 9 a 14 anos e vinha se posicionando contra os indícios de doutrinação ideológica que a escola estava adotando.

O caso passou a ser investigado pelo Ministério Público Estadual e desde então a professora passou a ser perseguida. “Após tomar conhecimento da apuração do MP, a direção da escola vinha me tratando de forma diferente dos demais profissionais. Foi perseguida e punida com a demissão, por apenas me posicionar contra a usurpação dos direitos dos pais de educar. A escola estava adentrando em um campo que foge da sua função. Aluno vem para escola para aprender as disciplinas e não ser ideologizado”, disse a educadora.

Muito querida pelos alunos, a despedida da professora Deivilane gerou comoção entre eles. Nas redes sociais é possível ver vídeos do momento em que ela chora e abraça as crianças.

Assista:

Redação Exibir Gospel /Leiliane Lopes