Siga nossas redes sociais

Destaques

Justiça de Mato Grosso cancela show de Anderson Freire por cachê de R$ 95 mil

Published

on

foto reprodução
Compartilhe

A Prefeitura de Canarana, Mato Grosso, decretou estado de emergência por conta dos “altos índices de doenças como dengue, zika, arboviroses e o aumento de contaminados pela covid-19″. Mesmo assim, o prefeito Fábio Faria (União Brasil), estava disposto a pagar R$ 95 mil para que o cantor Anderson Freire se apresentasse no Dia do Evangélico, comemorado no dia 20 de agosto.

O advogado Rafael Costa Rocha entrou com uma ação popular questionando o valor a ser pago pelo show gospel e a juíza Angela Maria Janczeski Góes acatou o pedido.

A argumentação aceita pela Justiça é que o  valor gasto para o cachê do cantor gospel violaria o princípio da moralidade e eficiência da administração pública, considerando as condições atuais do município.

Por conta disto, o contrato entre a Prefeitura e o escritório que administra a carreira do artista evangélico foi cancelado.

Redação Exibir / Leiliane Lopes