Siga nossas redes sociais

Destaques

Igreja Betesda decide se tornar “inclusiva” e aceitar a homossexualidade

Published

on

Compartilhe

O pastor Ricardo Gondim, da Igreja Betesda em São Paulo, declarou que agora sua denominação é “inclusiva”, isso é, aceita a homossexualidade sem considerá-la como um pecado.

Ligado à esquerda política, Gondim faz declarações ligadas à causa progressistas há muitos anos, se distanciando cada vez mais da Assembleia de Deus conservadora na qual ele foi formado.

Em um culto realizado no mês de junho, ele declarou que sua bandeira não era a homossexualidade, mas que sua causa “é o amor hospitaleiro”. Para ele, não é errado praticar a homossexualidade.

Ele afirmou que muitas igrejas aceitam gays, mas pedem para que eles se abstenham das relações. Na igreja Betesda não será necessário abandonar a prática.

“O pertencimento, a identidade, o afeto e os relacionamentos são direitos de todas as pessoas que foram criados a imagem e semelhança de Deus”, disse ele.

“Lutamos contra todas as formas de opressão por que essa é a nossa vocação como igreja”, revelou. Pelas redes sociais, a Igreja Betesda anunciou a novidade utilizando a bandeira LGBTQ+ que é representada pelo arco-íris.

Assista:

https://www.instagram.com/p/CfeVaurAjX3/