Siga nossas redes sociais

Destaques

Ladrões roubam jóias e Rolex de bispo ‘celeb’ em Nova York durante culto transmitido ao vivo; assista

Published

on

Bispo Whitehead e sua mulher
Compartilhe

Lamor-Whitehead rebateu críticas dizendo que tem o direito de usar o que quiser e culpou a imprensa por torná-lo famoso

Um controvertido bispo de Nova York virou notícia no mundo por ter sido assaltado enquanto pregava, com as cenas transmitidas ao vivo em seus próprios canais nas redes sociais. 

Lamor Miller-Whitehead se tornou uma celebridade pelo seu estilo pouco alinhado aos princípios de austeridade pregados pela maior parte das religiões, dirigindo um automóvel Rolls Royce e usando pesadas jóias e roupas de grife em cultos e em aparições públicas. 

Mas ele garante que não foram o terno Gucci, as correntes de ouro ou o Rolex que usava durante o sermão no domingo (24) os responsáveis pelo assalto. Em transmissão no Facebook, disse que ‘tem o direito de comprar o que quiser’ – e culpou a imprensa por ter exibido seu estilo de vida. 

No assalto ao bispo em Nova York, ladrões teriam levado US$ 1 milhão 

As imagens dramáticas mostradas nas plataformas ao vivo de mídia social do pastor capturaram o momento em que três homens armados encapuzados e mascarados entraram no tempo da congregação Ministérios Internacionais Líderes do Amanhã, no bairro do Brooklin, diante dos fiéis que estavam no local e que assistiam em casa. 

Ele vestia um vistoso terno marrom com gola e punhos dourados, usava uma longa corrente de ouro e um grande anel em cada dedo. Também estaria com um relógio Rolex. 

N0 momento em que foi rendido, o religioso pregava sobre a fé diante de situações adversas: 

“Quantos de vocês perderam a fé porque viram outra pessoa morrer?”

Ao ouvir a onde de um dos assaltantes, “não se mexa”, ele responde “tudo bem, tudo bem” e se joga no chão. O vídeo foi compartilhado por veículos de imprensa e circulou pelo mundo nas redes sociais. 

https://youtube.com/watch?v=npSUDcjBWfo%3Ffeature%3Doembed

Os homens teriam levado US$ 400 mil (R$ 2,1 milhão)  em joias de Whitehead, de sua esposa e possivelmente frequentadores da igreja, segundo a polícia. Mas a imprensa americana falou que o roubo poderia chegar a US$ 1 milhão. 

Nas redes circularam suspeitas de que o ato poderia ter sido planejado por ele, diante de sua calma. O homem que assiste a tudo permanece imóvel. 

Bispo Nova York assalto ao vivo
Bispo Whitehead e sua mulher

O prefeito de Nova York, Eric Adams, que é amigo do bispo, prometeu caçar os ladrões.

“Ninguém nesta cidade deve ser vítima de assalto à mão armada, muito menos nossos líderes religiosos e fiéis em uma Casa de Deus”, disse ele ao jornal New York Daily News.

Whitehaad tinha sido notícia pela última vez em maio, quando tentou negociar a rendição de um acusado de atirar no metrô, mas as autoridades prenderam o suspeito sem o seu envolvimento. Ele já cumpriu cinco anos de prisão por fraude de identidade e furto.

Em uma transmissão em suas redes sociais após o ocorrido, sem usar jóias mas com uma chamativa camisa pink combinado com os óculos, o bispo assaltado em Nova York disse que ao ver os homens armados, percebeu que era especificamente para ele e para a mulher, e que se preocupou em proteger o rebanho, papel de um pastor. 

No início ele parece um pouco desorientado, repetindo várias vezes a saudação “good afternoon” (boa tarde).  Em longos 56 minutos, ele conta o que aconteceu, diz que seu papel era proteger o rebanho, como faz um pastor. 

Ofereceu uma recompensa de US$ 50 mil pela captura dos ladrões – um bom negócio caso consiga recuperar o que foi roubado. 

Disse que os homens estavam mascarados, mas que as câmeras de segurança capturaram a placa do carro. Ele ainda tentou perseguir os homens. 

Ele comentou sobre sua reputação de bispo chamativo, dizendo que não acha “chamativo”, e que não vê sentido em parecer que é pobre. 

“É minha prerrogativa comprar o que quero comprar, vestir o que quero, morar onde moro e dirigir o carro que dirijo”, disse ele. “Se eu trabalhar duro para isso, posso comprar o que quero comprar.”

Whitehead culpa os que não elevam a mente por criticarem seu estilo. 

E acabou colocando a culpa do assalto na imprensa. Falando à CBS New York, o bispo disse que ficou em evidência depois do caso da tentativa de negociar a rendição do acusado do metrô.  

“A mídia me chamou de bispo bling-bling. Ela exibiu meu carro Rolls Royce por toda parte, em todos os lugares, e sinto que isso contribuiu [para o assalto]”, disse ele.

Redação MediaTalks