Siga nossas redes sociais
23/02/2024

Entretenimento

Alexandre de Moraes exige ação das polícias para impedir manifestações contra eleição de Lula

Published

on

Compartilhe

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou na noite desta segunda-feira (31) que a Polícia Rodoviária Federal e as polícias militares dos estados tomem ações imediatas para desobstrução de vias onde há manifestações de caminhoneiros pró-Bolsonaro.

Ao longo de todo o dia pelo menos 23 estados e o Distrito Federal registraram mais de 300 estradas fechadas.

Na decisão, Moraes exige que as medidas sejam tomadas, caso contrário o diretor da PRF,  Silvinei Vasques, o ministro da Justiça, Anderson Torres, todos os comandantes das polícias militares estaduais, o procurador-geral da República, Augusto Aras, e os procuradores de Justiça dos estados serão responsabilizados.

Para a PRF, por exemplo, há  multa de R$ 100 mil por hora e eventual afastamento do cargo.

“Que sejam imediatamente tomadas, pela Polícia Rodoviária Federal e pelas respectivas polícias militares estaduais – no âmbito de suas atribuições – , todas as medidas necessárias e suficientes, a critério das autoridades responsáveis do poder executivo federal e dos poderes executivos estaduais, para a imediata desobstrução de todas as vias públicas que, ilicitamente, estejam com seu trânsito interrompido”, escreveu Moraes.

Os estados com manifestações em rodovias são: Bahia, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Tocantins, Amazonas, Acre, Roraima, Maranhão, Amapá, Paraíba, Piauí, Sergipe, Pernambuco e também no Distrito Federal.

Redação Exibir /Leiliane Lopes