Siga nossas redes sociais
18/05/2024

Destaques

Augustus Nicodemus explica a história do símbolo de peixe utilizado pelos cristãos

Published

on

Compartilhe

Você já deve ter visto camisetas, acessórios, Bíblias, editoras, emissoras de TV e muito mais usando o símbolo do peixe para indicar que se trata de uma marca cristã.

O que poucas pessoas sabem é que existe uma história por trás desse símbolo que foi utilizado pela igreja primitiva e que até hoje tem grande importância para a Igreja.

O reverendo Augustus Nicodemus Lopes, da Igreja Presbiteriana de Recife (PE), explicou em suas redes sociais a origem deste símbolo.

“Uma das figuras que mais aparece desenhada nas catacumbas é de um peixe. A razão é que as letras da palavra ‘peixe’ em grego IΧΘΥΣ são as iniciais da frase ‘Jesus Cristo Filho de Deus Salvador’. Ι – Jesus / Χ – Cristo/ Θ – [de] Deus / Υ – Filho / Σ – Salvador”, ensinou.

Nicodemus Lopes segue sua explicação exaltando a simplicidade do símbolo e dizendo que o peixe era usado para identificar o local onde os cristãos se reuniam. “Esse era o primeiro e mais simples símbolo usado pelos cristãos, para se identificarem e marcarem locais de encontro. Não era adorado, reverenciado, usado como amuleto ou objeto mágico”.

O pastor então lamenta que hoje outros símbolos como cruzes, rosários, relíquias, imagens de santos,  e etc. passaram a ser utilizados no lugar o peixe e hoje são venerados.

“Por isso, os reformadores tiraram das igrejas todas as imagens, cruzes, relíquias e insistiram que nosso culto a Deus deve sempre ser simples, espiritual e sem objetos a não ser a água do batismo e os elementos da Ceia”, disse o reverendo.

Exibir Gospel /Leiliane Lopes